Ramón Ábila justifica pênalti perdido em empate do Cruzeiro com a Chape

Ramón Ábila deixou o Mineirão, na tarde deste domingo, como um dos culpados pelo empate do Cruzeiro com a Chapecoense em partida válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O centroavante perdeu um pênalti na etapa complementar e impediu que a sua equipe deixasse o local com um resultado positivo.

Ciente de sua influência no placar da partida disputada no Mineirão, o argentino justificou a cobrança de pênalti desperdiçada. Ele alega que tentou utilizar a força para estufar a rede, mas acabou mandando nas mãos de Danilo, goleiro da equipe adversária.

- Não saiu como eu queria. Pretendia bater forte, mas não saiu. Tentamos, mas não foi o suficiente (para a vitória) - comentou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos