Dana afirma que Ronda x Cyborg seria maior pay-per-view da história

Campeã dos penas do Invicta, Cris Cyborg já nocauteou duas adversárias no UFC em um peso casado até 63.5 kg, já que a sua categoria ainda não foi criada pelo Ultimate. A paranaense chegou a declarar recentemente, o programa "Speak for Yourself" que o UFC não tinha a intenção de criar a divisão dos penas (66 kg) porque ela não era "loira de olhos azuis".

Presidente do UFC, Dana White compareceu ao mesmo programa americano e garantiu que a ausência da categoria de Cris Cyborg se deve ao fato de existirem poucas desafiantes neste peso.

- O que faz de alguém uma estrela? O que tem sido feito com a Ronda que não tem sido feito com a Cyborg no tocante de transformar alguém em estrela? A Ronda é uma campeã mundial, teve o cinturão. Nós não temos um cinturão na divisão peso-pena. Não temos a divisão de peso pra Cyborg, porque não há meninas o bastante para abrirmos essa categoria - disparou.

Caso derrote a campeã dos galos, a brasileira Amanda Nunes, no dia 30 de dezembro, em Las Vegas (EUA), Ronda Rousey deve enfrentar Cris Cyborg, conforme o próprio Dana White já declarou.

- A Ronda quer essa luta, seria o maior pay-per-view da história do UFC - encerrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos