Fla volta ao Rio, e Zé Ricardo destaca necessidade de 'levantar o astral'

  • Gilvan de Souza/Flamengo

A derrota de 2 a 1 para o Internacional deixou o Flamengo mais distante do Palmeiras. O Rubro-Negro tem 60 pontos no Campeonato Brasileiro, quatro pontos a menos do que o líder. Apesar disso, o discurso entre jogadores, comissão técnica e diretoria é de confiar na luta pelo título. Nesta segunda-feira, a delegação do clube da Gávea desembarcou no Aeroporto Santos Dumont, no Rio, e falou sobre esta esperança.

- Lógico que ninguém gosta de perder, nós tínhamos uma oportunidade de continuar próximo ao Palmeiras, mas há necessidade de levantar logo o astral. Estamos na briga ainda - garantiu o técnico Zé Ricardo.

O meia Diego admitiu frustração pela derrota no Beira-Rio, mas lembrou que o Flamengo não pode 'perder as forças' neste momento decisivo.

- Viemos de uma sequência tão grande sem perder, nós estávamos sujeitos a isso. Em termos de motivação, não muda. Acreditamos ainda que muita coisa vai acontecer ainda nos próximos jogos. Em uma disputa tão acirrada pelo título, entendemos entendo a decepção das pessoas. É muito claro que nós sentimos as mesmas coisas, mas o importante é não perder as forças. Esse é nosso desafio, e vamos usar essa derrota como aprendizado - disse.

O atacante Leandro Damião garantiu que o Flamengo não se sente mais pressionado por ter quatro pontos a menos do que o Palmeiras. Ele adotou um tom otimista para falar sobre a motivação do grupo.

- É tranquilo, já estivemos nessa mesma situação, nessa mesma diferença de pontos e vamos trabalhar para conseguir buscar esse título. Os jogadores não vão desistir em nenhum momento - cravou.

O elenco rubro-negro tem folga nesta segunda. Eles voltam ao trabalho nesta terça, no Ninho do Urubu, no período da tarde.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos