Bandeirinha diz que foi agredida por jogador durante partida na Argentina

A assistente María Eugenia Rocco acusou um jogador do Deportivo Merlo de agredi-la durante a partida contra Argentino de Quilmes, na última terça-feira, pela Primera C Metropolitana do Campeonato Argentino, torneio da quarta divisão nacional. Segundo o relato de Rocco, o atleta Emmanuel Francés a agrediu pelas costas após a validação de um gol polêmico 

A bandeirinha, que já participou de uma Copa do Mundo feminina, não deu mais detalhes sobre a agressão. Árbitro do confronto, Jorge Broggi se apresentou para testemunhar a favor da companheira de arbitragem.

De acordo com o diário "Olé", María Eugenia Rocco precisou fugir imediatamente para os vestiários, acompanhada de um policial. O jogo, no entanto, seguiu normalmente e terminou com vitória por 2 a 1 do Quilmes.

Autoridades investigarão o caso. Por enquanto, a única imagem divulgada mostra o jogador arremessando uma bola em direção à assistente. Emmanuel Francés se defende e nega a agressão.

"Estou um pouco surpreso e magoado, porque eles querem que esqueçam a terrível arbitragem e me acusam de algo que não fiz. Não passa pela minha cabeça bater em uma assistente ou um árbitro, eu nunca fiz isso na minha carreira. Ela está mentindo", disse, segundo a imprensa argentina.

Quer receber notícias do seu time de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos