McGregor admite que terá que abrir mão de cinturão caso derrote Alvarez

Campeão dos penas do UFC, Conor McGregor vai passar o ano de 2016 sem fazer uma única defesa de título. Será a terceira vez que o irlandês faz um desafio fora de sua categoria de origem, dessa vez no dia 12 de novembro, diante do campeão dos leves Eddie Alvarez, em luta que acontece em Nova York.

Presidente do UFC, Dana White declarou que o irlandês terá que abrir mão de um cinturão, caso derrote Eddie Alvarez e conquiste o título da categoria de cima. Se a princípio McGregor chegou a declarar que ostentaria os dois cinturões simultaneamente, em recente entrevista a revista 'Sports Illustrated', o irlandês admitiu que só vai 'tirar uma onda' com os dois cinturões e depois 'devolver'.

- Deixem eu me ver fotos em publicações com um cinturão em cada ombro antes. Deixe-me ir para o octógono e levantar os dois títulos mundiais, o que nunca foi feito antes. Vou sempre fazer o que é correto para os negócios, sempre farei o movimento correto, mas me deixe fazer isso e me deixe voltar e ver algumas fotos minhas com dois cinturões e abraçá-los durante meio dia. Não tentem me tirar esse momento histórico antes de eu experimentá-lo - disse Conor.

Conor McGregor é o primeiro lutador do UFC a ostentar um cinturão e disputar outro, sem ter que abrir mão do título. No entanto, caso conquiste mais um cinturão, terá que escolher em qual categoria pretende ficar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos