Zé Roberto vê título brasileiro como último ato de sua 'profecia' no Verdão

Antes da estreia do Paulista de 2015, Zé Roberto comandou a famosa preleção que marcou a última temporada do Palmeiras. Depois de gritar que o clube era grande no vestiário juntos com seus companheiros, o camisa 11 vê no título brasileiro, cada vez mais próximo, o último ato do que ele considera ter sido uma profecia nos vestiários do Allianz Parque.

- Com certeza acho que se ganharmos o título brasileiro vamos ficar marcados para o resto da nossa história e da história do clube, também. O Palmeiras vinha disputando a Série B, 2014 lutou no último jogo para permanecer na Série A, e de 2015 até agora foi uma transição de mudança de patamar de um clube que viveu mais para baixos do que para altos e que hoje conseguiu se estabelecer e está onde deveria estar - analisou.

- Os jogadores que chegaram e fazem parte deste grupo vieram para fazer o Palmeiras voltar a ser o que sempre foi. Tenho uma convicção clara de que nosso objetivo é de colocar o Palmeiras como gigante, e são 22 anos sem título brasileiro. Da preleção até hoje foi um divisor de águas. Quando vou no shopping, ou saio com a minha família e encontro um palmeirense, de cinco, quatro sempre mencionam (a preleção). Muitos agradecem, falam que o discurso trouxe convicção de novo para nós - completou.

Aos 42 anos, o camisa 11 é parte importante na campanha do líder do Brasileiro. Em 23 jogos disputados, Zé fez um belo gol contra o Santa Cruz, na vitória por 3 a 2, mas seu lance emblemático na campanha é outro. A defesa "de barriga" em cima da linha após a finalização do ex-companheiro Robinho. Se a bola entrasse na Fonte Luminosa, o Cruzeiro sairia na frente - o jogo acabou 0 a 0 em Araraquara (SP).

- Engraçado do lance tive diversas mensagens parabenizando pelo gol que eu fiz, sendo que não fiz (risos). Tirar em cima da linha para muitos torcedores foi um gol, ali vi a proporção. Este um ponto vai somar para bater campeão. Quando se conquista um título, o jogador é lembrado por um gol de falta, por um gol bonito, de repente como aquele que tive a felicidade de fazer contra o Santa Cruz, mas o gol defendido contra o Cruzeiro, em um momento como esse, com certeza vai ser fundamental. Este lance vai ficar marcado, já faz história na minha própria história - relembrou.

- . Quando cheguei em casa, vou confessar que vi o lance 500 vezes e não acredito que tirei aquela bola. Foi muito rápido, consegui pensar até de repente junto com o Robinho, que tocou e eu meu pensamento foi parecido com o dele, foi quando dei o carrinho e tirei com o pé e levar com a barriga. Vai ficar marcado porque foi um lance diferente - completou.

Zé Roberto deve ser titular na lateral esquerda do Palmeiras no sábado, quando o time visita o Santos, na Vila Belmiro. A partida está marcada para acontecer às 19h30, e é válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos