São Paulo celebra melhora financeira, mas prevê dificuldade em fim de ano

  • Gabriela Di Bella-18.jan.2016/Folhapress

    Gestão comandada Leco admite que final de 2016 ainda será de aperto financeiro no clube

    Gestão comandada Leco admite que final de 2016 ainda será de aperto financeiro no clube

A diretoria do São Paulo apresentou na quinta-feira, em um evento para jornalistas no CT da Barra Funda, o balanço do primeiro ano da gestão do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva. Parte da cúpula reunida, com os departamentos de futebol, marketing e financeiro presentes, celebrou a melhora financeira dos últimos 12 meses, mas previu dificuldade para o fim do ano por conta dos encargos padrões, de férias e 13º salário para os atletas. Em entrevista ao LANCE! publicada na quinta, o presidente Leco admitiu o risco de novamente ter atraso de salário.

O São Paulo enalteceu os resultados financeiros obtidos até o mês passado, mas houve alterações nos números com relação aos apresentados em agosto. A dívida total, que caiu de R$ 170 milhões de dezembro do ano passado, quando Leco já era presidente, para R$ 116 milhões, agora é de R$ 124 milhões. Já a bancária, que passou de R$ 91 milhões para R$ 48 milhões até agosto, agora é de R$ 52 milhões.

O São Paulo justificou a mudança com o argumento de que a redução de dívida não segue uma curva descendente de forma permanente e foram necessárias pequenas intervenções. Ainda assim, a diretoria celebrou a redução de 28% da dívida total e 43%, da bancária. Neste ponto, foram exaltados os valores obtidos pelo marketing com patrocínio de camisa, que era 0 na gestão de Carlos Miguel Aidar, que saiu em outubro do ano passado, e passou a R$ 33 milhões com a atual gestão.

No futebol, a diretoria adotou discurso de que os investimentos precisarão ser precisos, sem margem para erro. A ideia é não contratar um volume muito grande de jogadores e focar na escolha e dois ou três com mais gabarito. A venda de Rodrigo Caio para o futebol do exterior é esperada para liberar mais dinheiro para aquisições.

Representaram o São Paulo no encontro, além de Leco, o diretor financeiro Adilson Alves, o diretor de marketing Vinicius Pinotti, o vice-presidente de futebol José Médicis, o diretor de futebol José Jacobson e o diretor-executivo Marco Aurélio Cunha.

Quer receber notícias do São Paulo de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos