Cerro Porteño tenta dobrar mais um colombiano na Sul-Americana

O Atlético Nacional de Medelín vive uma temporada de sonhos. Ganhou a Copa Libertadores sobrando na turma, vai para o Mundial com autoridade, está na final da Copa da Colômbia e neste domingo venceu por 2 a 1 o Patriotas com um time de reservas e se classificou para as quartas de final do Colombiano mesmo com uma partida a menos que os demais rivais. Como se não bastasse, ainda briga pelo título da Copa Sul-Americana. E hoje, às 21h30min (de Brasília) faz a primeira partida da semifinal contra o Cerro Porteño, no Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai, na condição de favorito, mesmo como visitante, pois vive o melhor momento da sua história.

Mas o Cerro deve entrar com a faca entre os dentes. Além de ser um dos dois gigantes do Paraguai (ao lado do Olimpia), o elenco não está nada satisfeito com uma gafe cometida pelos colombianos. Afinal, o avião que levou o Nacional para Assunção estampou a seguinte frase: "Atlético Nacional, campeão da Sul-Americana-2016" quando o correto seria campeão sul-americano.

- Foi um erro involuntário ou uma provocação? disse um torcedor paraguaio ao site Goal.

Tentando se manter fora da polêmica, o Nacional entrará com a sua força máxima e os astros bem descansados, já que eles são poupados sistematicamente no Colombiano desde outubro. O único desfalque será o lateral-direito Bocanegra, machucado.

Um dos destaques do Nacional e autor dos três gols na vitória por 3 a 1 sobre o Coritiba que classificou o time para as semifinais, o atacante Borja (contratado para substituir Copete, negociado ao Santos no meio do ano) diz que não está preocupado em balançar redes, mas em ajudar o time a vencer

- Qualquer um pode fazer o gol, o que importa é sairmos com um bom resultado de Assunção pois o Cerro é fortíssimo e mostrou isso eliminando o Santa Fe - disse o goleador, único atacante de frente no esquema 4-2-3-1 do treinador Rueda. .

No Cerro, o jogo é visto como o mais importante do ano para a equipe. Assim como o Nacional, o time paraguaio entrou com reservas para a partida do fim de semana da Liga Nacional (empate em 1 a 1 com o nanico General Diaz, em casa) e conseguiu recuperar todos os principais jogadores para a partida, que teve todos os 25 mil ingressos esgotados com antecedência.

O técnico Gustavo Florentín terá a volta dos lesionados Ortigoza, Derlis Meza e Richard Martínez, mas eles deverão ficar no banco. O único que retorna do departamento médico e pode entrar como titular é o atacante Beltrán, que jogou alguns minutos contra o General Diaz. Caso vá para o banco, Velázquez seguirá como o titular.

FICHA TÉCNICA

CERRO PORTEÑO X ATLÉTICO NACIONAL

SEMIFINAL DA COPA SUL-AMERICANA - JOGO DE IDA

LOCAL: Estádio Defensores del Chaco, Assunção (PAR)

DATA E HORÁRIO: 1/11/2016 - 21h45min (de Brasília)

ÁRBITRO: Nestor Pitana (Fifa-ARG)

CERRO PORTEÑO: Anthony Silva; Raul Cáceres, Alonso, Alderete e Alvaro Pereira; Riveros, Rojas, González e Colman; Dominguez e Pablo Velázquez (Beltrán). TEC: Gustavo Florentin

ATLÉTICO NACIONAL: Franco Armani; Mateus Uribe, Felipe Aguilar, Alexis Henríquez, Farid Díaz; Diego Arias, Alejandro Guerra; Orlando Berrío, Macnelly Torres, Andrés Ibargüen; Miguel Borja. TEC: Reinaldo Rueda

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos