Denis nega falha, mas se vê 'responsável' pelo gol do América-MG

O São Paulo foi derrotado pelo América-MG pela primeira vez na história. Até o duelo desta segunda-feira, válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, as equipes haviam disputado 15 partidas e o Coelho só triunfou desta vez por erros individuais do Tricolor. O centroavante Michael aproveitou vacilo triplo dos paulistas e decidiu o 1 a 0 no Independência.

A primeira jogada equivocada foi de Wesley, que forçou drible e acabou desarmado por Danilo Barcelos. O americano avançou pela lateral esquerda e lançou pelo alto, entre os zagueiros são-paulinos. Maicon tentou subir, mas errou o tempo de bola e deixou Michael livre, que chutou forte e ainda contou com erro de posicionamento de Denis. O goleiro, porém, rebate.

- Eu assumo a responsabilidade pelo gol que tomamos. Como goleiro, eu assumo. Não de falha, mas de deixar a bola passar. Eu estou debaixo da trave, não posso deixar a bola passar nunca. Eu não vejo falha. Mas assumo também a responsabilidade - ponderou o camisa 1.

Denis teve início irregular como titular da meta são-paulina, na sucessão ao ídolo Rogério Ceni. Falhas decisivas incomodavam a torcida, que passou a ter mais paciência com o goleiro por defesas importantes quando a equipe estava mais perto da zona de rebaixamento. Agora, com erros contra Santos e América-MG, ele voltou a ser criticado.

- Não conseguimos fazer os gols. E as oportunidades vieram, mas nem sempre dá. A gente sai triste, porque era chance de ficar melhor no campeonato. Nossa equipe não rendeu como o esperado. O clássico (sábado, 19h30, contra o Corinthians) já tinha grande importância, agora vamos precisar ainda mais fazer valer nossa casa - destacou Denis, sobre o Majestoso no Morumbi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos