Cuca quebra a cabeça para substituir Moisés e tem 4 candidatos

  • Robson Ventura/Folhapress

    Suspenso, Moisés está fora do jogo contra o Internacional

    Suspenso, Moisés está fora do jogo contra o Internacional

Pela terceira rodada consecutiva, Cuca precisará mudar o Palmeiras devido a uma suspensão. Depois de não contar com Jesus diante do Sport e de não ter Jailson contra o Santos, o técnico precisa encontrar um substituto para outra peça-chave na equipe: o meia Moisés recebeu o terceiro cartão amarelo e não pega o Inter, às 17h de domingo, no Allianz Parque.

Candidato ao prêmio de craque do Brasileirão, o camisa 28 disputou 31 dos 33 jogos da competição. Ao lado de Tchê Tchê, forma dupla intocável no meio de campo alviverde.

Cuca costuma mudar apenas o terceiro elemento do setor, dependendo das pretensões em cada partida. Se a ideia for marcar forte, a escolha é por Gabriel ou Thiago Santos. Se a intenção for atacar, Cleiton Xavier entra. Para ter a chegada de um elemento-surpresa no ataque, Jean é deslocado da lateral para o meio.

Em todos os casos, o posicionamento de Moisés é fundamental para o bom funcionamento do time, já que ele tem facilidade para atuar em qualquer função do meio de campo, seja mais defensiva ou ofensiva.

Sem ele, Cuca pode optar por manter Jean e Tchê Tchê no meio e adicionar Cleiton, Gabriel, Thiago Santos ou até Zé Roberto - neste último caso, com Egídio na esquerda.

Há também a possibilidade de Jean ser reconduzido à lateral direita, posição que Fabiano ocupou nas últimas quatro partidas. Dessa forma, sobrariam duas vagas ao lado de Tchê Tchê na faixa central. Neste caso, o mais provável seria a entrada de um volante de mais marcação (Thiago ou Gabriel) e mais um armador (Cleiton Xavier ou Zé Roberto).

Arouca, Matheus Sales e Fabrício também têm características para brigar por esta vaga, mas pouco têm sido utilizados nos últimos jogos.

Outro setor que pode ser modificado é o ataque. Allione foi titular nas últimas duas partidas, mas tem a concorrência de Rafael Marques e Róger Guedes, que executam função semelhante, e dos centroavantes Leandro Pereira,

Alecsandro e Barrios (se estiver recuperado), caso a ideia seja adicionar um "9" na equipe e deixar Gabriel Jesus flutuar.

Não faltam opções, nem dias de treino: serão mais quatro até o jogo.

AS PRINCIPAIS OPÇÕES

Cleiton Xavier

É a principal opção para deixar o meio de campo mais criativo. Na melhor fase do time no Brasileiro, compunha o meio com Moisés e Tchê Tchê nos jogos em casa. Sua última partida como titular no torneio, porém, foi contra a Ponte Preta, em agosto, na 21ª rodada. Soma 27 jogos na competição.

Thiago Santos

É a opção para deixar o meio de campo mais marcador. Tem 21 jogos no Brasileirão e costuma ser escalado junto de Tchê Tchê e Moisés em jogos fora de casa. Sua última oportunidade como titular foi contra o Cruzeiro, na 30ª rodada.

Gabriel

Também tem a marcação como principal característica, mas possui maior qualidade que Thiago Santos na saída de bola. A última vez que começou jogando foi na 26ª rodada, contra o Corinthians, ao lado de Tchê Tchê e Moisés. Soma cinco partidas no Brasileirão.

Zé Roberto

É o titular da lateral esquerda, mas já foi deslocado para o meio de campo duas vezes, nas vitórias sobre Santa Cruz e América-MG, 28ª e 29ª rodadas da competição nacional. Ao todo, soma 24 jogos no torneio. Caso ele entre no meio, Egídio será acionado na lateral.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos