COI mantém meta de mudar arenas de Tóquio visando redução de custos

O Comitê Olímpico Internacional (COI) voltou a admitir nesta quinta-feira que algumas arenas dos Jogos de Tóquio (JAP), em 2020, poderão ser realocadas para fora da capital por economia de despesas.

Diretor executivo da entidade, Christophe Dubi disse quinta-feira que o remo e canoagem poderão ser disputados na província de Miyagi, a 400 km de Tóquio, enquanto as competições de vôlei ocorreriam em Yokohama, ao sul da capital.

A possibilidade vem sendo estudada por um grupo de peritos do COI, mas desagrada aos japoneses, que sempre anunciaram o desejo de fazerem Jogos compactos, com pouca distância entre os locais de competições.

- As opções permanecem. Nosso grupo de trabalho tomará uma decisão até o final de novembro - disse Dubi, após uma reunião dos organizadores.

A busca por alternativas visando à diminuição das despesas dos Jogos começou após um alerta de um painel de especialistas designado pelo governo, em outubro, de que o orçamento do evento poderia ultrapassar quatro vezes mais a estimativa inicial, e quase o triplo dos Jogos de Londres-2012.

- Quando você tem um objetivo para organizar os melhores Jogos possíveis e deixar o legado mais positivo para Tóquio, qualquer esforço neste sentido é bem-vindo - disse Dubi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos