Peruano Cueva admite cansaço no São Paulo e cita troca de países

Tem sido comum nos jogos do São Paulo ver o peruano Cueva começar muito bem e cair de produção na parte final. Nesta quinta-feira, o jogador admitiu cansaço. O meia, de 24 anos, disse que não gosta de falar do assunto para não parecer desculpa, mas citou uma mudança constante de países em sua carreira como possível causa do desgaste.

- Não gosto de comentar isso da minha carreira, mas vim da Espanha para o Peru, do Peru para o México e agora o Brasil. Os campeonatos são diferentes. Foi o que me aconteceu. Não gosto muito de falar disso, porque escolhemos nossa carreira, foi o que Deus nos tocou fazer. E, sim, posso dizer que estou um pouco cansado, mas isso também está mais na cabeça - falou o camisa 13, em entrevista coletiva.

De fato, Cueva trocou de países com constância nos últimos desde. Desde 2013, ele atuou em cinco ligas diferentes. Passou por Unión Espanhola, do Chile, Rayo Vallecano, da Espanha, Allianza Lima, do Peru, e Toluca, do México, antes de chegar ao Tricolor no meio deste ano. Apesar disso, o jogador se diz contente com seu desempenho. Em 21 jogos, anotou seis gols, mas cinco foram de pênalti. Ele também pondera sobre a falta de criação no setor ofensivo.

- Os cinco gols que marquei de pênalti, nunca me aconteceu algo assim. Mas são gols. E sempre vou procurar celebrar os gols no clube que estou. Futebol é coletivo. Se os defensores, Rodrigo Caio, Buffarini, Maicon, não roubarem a bola para que ela chegue ao ataque, não sai jogada. É tudo coletivo. E sinto que poderia dar mais também, mas vamos trabalhar - analisou o jogador.

Cueva está garantindo no time titular no clássico contra o Corinthians neste sábado, no Morumbi. O adversário traz boas lembranças para ele, já que foi contra o rival que marcou o primeiro gol pelo São Paulo. O meia fez de pênalti o gol no empate por 1 a 1 no primeiro turno do Campeonato Brasileiro, na Arena Corinthians.

- Por ser clássico, acho que sim (foi o gol mais importante). Mas falta muitos jogos que posso ainda ter. Mas pelo momento foi, sim. Seria mais lindo com uma vitória, mas há uma oportunidade no sábado para fazer isso - disse Cueva.

O São Paulo treinou na manhã desta quinta-feira visando o clássico deste sábado. O técnico Ricardo Gomes comandou atividades técnicas com os portões fechados para a imprensa. Os laterais Bruno e Carlinhos, recuperados de problemas musculares, treinaram pela primeira vez com bola, mas estão descartados para o Majestoso. O time ainda treina nesta sexta pela manha, quando Ricardo definirá a escalação. Com 42 pontos, o São Paulo busca a vitória para, em suas contas, escapar de vez do risco do rebaixamento.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos