Com queda de placa e vazamentos, Arena tem mais problemas expostos; Corinthians responde

A Arena Corinthians segue como assunto. E não por antigos problemas, mas, sim, por novos. Nesta sexta-feira, o site "GloboEsporte" divulgou imagens de queda de placa e vazamentos no interior do estádio, localizado em Itaquera e construído para a Copa do Mundo de 2014.

Em relação à placa, uma pedra se descolou e caiu num dos saguões de elevadores. De acordo com funcionários próximos, a peça pesa cerca de 40 quilos. Os vazamentos, por sua vez, são no setor norte das arquibancadas, onde ficam as organizadas do Corinthians.

Novos problemas surgem três dias após a "Folha de São Paulo" ter divulgado que um vazamento de mais de dez milhões de litros d'água sob a Arena foi descoberto em junho deste ano. O contratempo, inclusive, causa risco de deslizamento de terra na área externa do estádio.

Também nesta sexta, o Corinthians emitiu uma nota oficial. Além de explicar como irá apurar os casos, o clube afirmou que o clube "tem seguido os procedimentos adequados para sempre buscar a maior proteção aos seus frequentadores."

Confira a nota oficial do Corinthians na íntegra:

A Arena Corinthians vem por meio desta nota esclarecer que, ao tomar conhecimento de quaisquer defeitos de obra, como ocorreram com tetos do 5o andar e afundamento de pisos, por exemplo, de imediato comunicamos e somos orientados pelo escritório de advocacia que está coordenando a auditoria geral da obra desta Arena, orientações estas que se iniciaram mesmo antes da contratação da auditoria.

A operação da Arena segue todos os passos orientados (por este escritório) e necessários à garantia da segurança de seus frequentadores, torcedores e funcionários: o isolamento imediato da área e de outras com características similares para a avaliação prévia do ocorrido por profissionais habilitados; a comunicação da construtora para a apresentação de explanação do acontecimento, bem como da realização de testes na área afetada e nas demais semelhantes, com a finalidade de se definir quais espaços devem ser mantidos isolados e quais a construtora atesta que se encontram liberados à circulação e uso, por meio de documento formal apresentado por esta; e a requisição à construtora para a efetuação dos consertos adequados no prazo mais ágil possível.

Independente deste procedimento de segurança às pessoas, a auditoria geral da Arena Corinthians verificará estas e todas as outras áreas da construção do estádio, ainda que estejam pendentes de entrega documentos importantes para a conclusão dos trabalhos.

Prezando pela segurança das pessoas, a Arena Corinthians tem seguido os procedimentos adequados para sempre buscar a maior proteção aos seus frequentadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos