Após ameaçar não jogar, Santos ainda pressiona CBF para alterar horário

Apesar de nota divulgada na manhã deste sábado confirmando que entraria em campo diante da Ponte Preta, às 11h, o presidente Modesto Roma Júnior ainda articula nos bastidores manobra para convencer a CBF de ao menos alterar o horário do duelo deste domingo.

O mandatário está em Campinas com o elenco, que iniciou treinamento às 15h no CT da própria Ponte visando a partida. Modesto conversou com os jogadores e explicou que vai pressionar a entidade máxima do futebol brasileiro sob ameaça de não entrar em campo. O clube inclusive deve emitir novo comunicado deixando em aberto a possibilidade de não jogar.

Contudo, o L! apurou que caso a CBF se mantenha irredutível à nova alteração de horário, o Peixe entrará em campo às 11h no Moisés Lucarelli mesmo se sentindo lesado. Isso não quer dizer, porém, que a diretoria não tomará as medidas cabíveis na Justiça por conta do infringimento do Estatuto do Torcedor, que não permite alterações assim repentinas.

O Santos aproveitou esta última semana livre para treinamentos e se preparou para entrar em campo às 21h. Todos os treinos do elenco foram feitos na parte da tarde, inclusive o deste sábado, no CT da Macaca. Agora, com alteração de horário às vésperas da partida, preparadores e fisiologistas do clube tentarão diminuir ao máximo o prejuízo no corpo dos atletas.

Para jogos de manhã, o clube costuma adaptar o organismo dos jogadores ao longo da semana. Desta vez, porém, os profissionais terão apenas um dia para minimizar as consequências. A alimentação já foi alterada, e a presença de carboidratos será reforçada inclusive no café da manhã deste domingo, caso não haja alteração de horário por parte da CBF.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos