Demian se vê soberano na corrida por cinturão do UFC: 'Tem que ser eu'

Número 3 no ranking dos meio-médios do UFC, Demian Mais está confiante de que irá enfrentar o vencedor da luta entre o campeão Tyron Woodley x Stephen Thompson, que acontece neste sábado (12), em Nova York (EUA).

Em entrevista ao portal "Bloody Elbow", o paulista tentou fazer uma análise lógica sobre por que merece disputar o cinturão em sua próxima luta, mesmo sabendo que o business tem prevalecido em detrimento do esporte no UFC.

- Estou confiante que ganharei a próxima chance pelo título. Tem que ser eu. O equilíbrio entre espetáculo, entretenimento e esporte é muito importante. E, atualmente não vejo ninguém na divisão dos meio-médios merecendo a próxima disputa de cinturão mais do que eu. O Woodley conseguiu o title shot depois de duas vitórias seguidas. Condit ganhou depois de uma, Lawler com três triunfos consecutivos e depois com apenas dois. Nick Diaz lutou pelo título após uma derrota. Rory com três vitórias. As únicas exceções foram o Hendricks, que lutou após seis resultados positivos seguidos, e o Wonderboy agora, que ganhou a merecida disputa de cinturão depois de sete triunfos seguidos - declarou Demian.

Embalado por seis vitórias consecutivas na divisão dos meio-médios, Demian Maia não compete desde agosto deste ano, quando finalizou o ex-campeão interino Carlos Condit, com um mata-leão ainda no primeiro round do UFC on FOX 21.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos