Uruguai recebe o Equador de olho na retomada da ponta das Eliminatórias

Com campanha impecável em casa, o Uruguai recebe o Equador, no Estádio Centenário, nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), pela 11ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo. A celeste busca retomar a liderança, perdida para o Brasil (que encara a Argentina, no Mineirão) no último jogo, quando empatou em 2 a 2 com a Colômbia.

Até o momento, o Uruguai venceu todas as partidas que fez dentro de seus domínios e não levou nenhum gol. A seleção está em segundo lugar nas Eliminatórias, com 20 pontos - um a menos que o Brasil -, e vem de uma sequência de três jogos de invencibilidade. O Equador está em terceiro, com 17.

- Temos consciência de que somos fortes em casa. Esse é o nosso objetivo, é o que queremos e é o que pode nos levar ao Mundial. É um extra jogar em casa com a torcida a favor e, obviamente, valorizamos o esforço que os torcedores fazem para comprar ingressos e vir nos ver, porque sabemos que fazem muitos sacrifícios - disse Luis Suárez.

O Pistoleiro sabe que o Uruguai não terá vida fácil diante do Equador, no Centenário.

- O Equador tem jogadores muito desequilibrantes que fazem a diferença. Sempre trouxe dificuldades ao Uruguai.

O técnico Óscar Tabarez pode não contar com Cavani, que se apresentou com um problema muscular e é dúvida para o confronto diante dos equatorianos. O atacante do PSG é o artilheiro das Eliminatórias, com sete gols. Hernández não joga.

- Nós já passamos nestas Eliminatórias algumas partidas sem Suárez e Cavani. E com a falta de outros jogadores que não estiveram em outras partidas. Ganhamos a maioria, perdemos algumas. Então, não vejo uma diferença tão grande. Estas partidas são decisivas porque enfrentamos equipes que estão, digamos, no coração da tabela - disse.

Por outro lado, o Equador também tem muitos desfalques. Antonio Valencia, Jefferson Montero, Pedro Quiñonez, Matías Oyola y Ángel Mena não atuam por conta de lesão. Já Enner Valencia, Luis Caicedo, Leonel Ramírez y Arturo Mina estão suspensos pelo segundo amarelo.

- Uruguai é uma equipe muito qualificada, que tem a bola aérea como ponto forte. Defende muito bem, é um time sólido e tem um ataque contundente - disse Guilherme Quinteros, técnico do Equador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos