STF autoriza, e Andrés Sanchez será investigado por corrupção na Lava Jato

  • Ernesto Rodrigues/Folhapress

O ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez (PT-SP) é investigado na Operação Lava Jato. Nesta quinta-feira (10), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, autorizou abertura de inquérito sobre o deputado federal (PT-SP) por corrupção passiva. 

Não há detalhes sobre a apuração, que tramita em segredo de justiça, mas a tendência é que ela esteja relacionada à Arena Corinthians, construída pela construtora Odebrecht. A informação foi dada pelo portal G1

Ao UOL Esporte, Andrés falou sobre o tema. "Isso é coisa de campanha, coisa do André Luiz. Mas não pedi nada e nem recebi nada. Não fui (notificado) de nada. É uma questão processual. Fala com o advogado que ele te explica melhor". À ESPN, a defesa do dirigente afirmou que o processo será bom para provar a inocência.

Antes de ser incluído no inquérito, Andrés também havia falado sobre o tema e disse que o Corinthians é vítima desse problema. Ele ainda afirmou que torce para que as investigações chegassem logo ao seu fim. 

Recentemente, mais de 80 executivos da Odebrecht assinaram acordo de delação premiada. Em março deste ano, André Luiz de Oliveira, vice-presidente do Corinthians, foi conduzido coercitivamente para depor na Polícia Federal depois que o nome e o endereço dele apareceram em uma planilha da construtora ao lado de uma anotação para pagamento de R$ 500 mil.

Andrés Sanchez declarou em entrevistas recentes que não temia a Lava Jato e que a operação dificultava a venda dos naming rights da Arena Corinthians. 
 

*Colaborou: Danilo Lavieri, do UOL em São Paulo

 

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos