Palmeirenses fazem abaixo-assinado contra cerco no entorno do Allianz

Torcedores do Palmeiras criaram um abaixo-assinado na internet para se posicionarem contra a medida adotada nos últimos dois jogos do Palmeiras no Allianz Parque - e que será mantida para os confrontos contra Botafogo e Chapecoense - por Polícia Militar e Ministério Público. Agora, só pode se aproximar da arena quem apresenta ingresso ou carteirinha do Avanti. Por enquanto, o documento tem pouco mais de 3 mil assinaturas.

"Por conta do elevado preço dos ingressos para jogos no estádio Allianz Parque - ticket médio mais caro do país - a única possibilidade para milhares de torcedores acompanharem seu time de perto é se reunir nas imediações do estádio, enquanto ouvem em rádios ou assistem pelas TVs dos bares do seu entorno as partidas do seu clube do coração, algo que acontece há décadas na região sem maiores transtornos. O campo de futebol existe naquele local desde 1902", argumentam os torcedores.

A justificativa das autoridades é que, com o cerco ao Allianz Parque, o tumulto nas ruas Palestra Itália e Caraíbas é reduzido, o que ajuda a evitar furtos e comerciantes ilegais, que já haviam se tornado comuns nas imediações do estádio.

Paulo Nobre, presidente do clube, se disse favorável à medida. O dirigente só fez a ressalva de que a ação precisa ser "lapidada" para não causar transtornos a torcedores.

"Convidamos, inclusive, a diretoria do Palmeiras a descer do seu camarote no Allianz Parque, palco recente de agressões precipitadas por membros de seu corpo diretivo - estas jamais alvo de sanções por parte dos mesmos órgãos de controle - para acompanhar em harmonia os jogos ao lado de sua torcida", acrescenta o texto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos