Liverpool confia em falta de cláusula de rescisão para manter Coutinho

A boa fase de Philippe Coutinho pelo Liverpool chamou a atenção de gigantes europeus. No entanto, segundo o "The Times", a diretoria do clube inglês está confiante na permanência do brasileiro, que não possui cláusula de rescisão prevista em seu contrato, válido até 2020.

Por não ter um valor especificado, os Reds têm mais chances de manter o jogador em Anfield Road. A publicação informa ainda que os proprietários do Liverpool devem seguir a orientação do técnico Jürgen Klopp, que pediu para a diretoria rechaçar todas as propostas pelo brasileiro.

Coutinho vem sendo um dos principais jogadores do Liverpool, que lidera a Premier League, com 26 pontos, um a mais que o Chelsea. Na temporada, o meia-atacante atuou em 12 partidas e marcou seis gols.

O bom rendimento, além de levar o Liverpool à liderança do Inglês, despertou interesse de grandes times, como o Barcelona e o PSG. O jornal "Sport" afirma que os catalães querem Coutinho para reeditar no clube as boas atuações do jogador ao lado de Neymar na Seleção Brasileira. No time gaulês, ele já vem sendo monitorado mais de perto há alguns meses.

O Liverpool ainda não pensa em renovar o contrato do meia, que assinou novo compromisso há cerca de um ano e meio. O "The Times" recorda que a ampliação do vínculo não garante a permanência do jogador citando o exemplo de Suárez, que havia renovado com os Reds e, sete meses depois, deixou o Anfield Road rumo ao Camp Nou.

Na última quinta-feira, Coutinho marcou o primeiro gol da vitória do Brasil sobre a Argentina por 3 a 0, no Mineirão, com um lindo chute de fora da área. O meia foi um dos principais nomes da Seleção no jogo diante dos hermanos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos