A ansiedade de um vascaíno no jogo de vida ou morte contra o Braga

O LANCE! acompanhou a difícil vitória por 2 a 1 do Vasco contra o Bragantino, neste sábado, em Bragança Paulista, com um torcedor cruz-maltino. Do alto de seus 78 anos, Nilson da Costa Bernardes acompanha o clube do coração desde os tempos do Expresso da Vitória, no fim dos anos 40. Já viu muito time excelente, já viveu a "draga vascaína" nos anos 60, sempre fiel. Neste ano, nesta terceira passagem pela Série B, analisa que o time mostrou irregularidade, ganhou sem convencer várias vezes e, para não ficar nervoso ("já que a idade pesa") até deixou de ver alguns jogos.

Nilson não esperava que o time, restando três rodadas para o fim da competição, tivesse que fazer um jogo de vida ou morte com o Bragantino na luta pelo acesso. Mas, como era decisão, fez questão de acompanhar a partida. Detalhe: ele não sabia que suas reações e seus comentários estavam sendo anotados. Eis a dura vida de torcedor do Vasco nesta Via Crucis da Série B.

Primeiro Tempo

Antes do jogo Nilson acende o alerta ao ver a lista dos titulares:

- Caramba, o cara fez uma escalação maluca. Dois centroavantes! Não pode partir logo pra cima porque se tomar um gol de cara já era.

Antes dos dois minutos, jogada de perigo no ataque do Bragantino e Nilson reage:

- Tá vendo o que eu disse? Cadê a proteção?

Aos 13 minutos, escanteio pro Vasco e não sai gol. O goleiro cai e o árbitro dá falta.

- Não foi falta não. Mas o juiz deu pra não se complicar - reclama.

Três minutos, quase gol do Vasco no cabeceio de Thalles:

- Caramba!! Cabeceou, mas estava mal posicionado...

Pouco depois, quase gol do Bragantino. O goleiro Jordi estica e espalma pra fora:

- Brincadeira, o Julio César não pulou nada, deixou o cara cabecear livre.

Conforme o jogo avança e não sai gol, Nilson se preocupa:

- Sabe o que é? O Vasco tem jogadores de mais de 30. Não parece nada, mas pesa. Se não sair gol logo, fica difícil no segundo tempo. O time tá envelhecido, o pessoal fica cansado.

Insatisfação, principalmente, com o desempenho de Julio César.

- Tá vendo? Errou de novo - disse num dos lances em que Julio César falhou na jogada.

Bronca também contra o goleiro Jordi que chutou torto ao receber bola recuada:

- Nossa Senhora, não sabe jogar com os pés!

Aos 28, Everton dá um susto ao chutar forte para gol. Mas erra. No minuto seguinte é a vez de o Vasco ameaçar no contra-ataque:

- Os dois times estão errando muito.

Aos 31, Nenê tenta cruzar uma bola que por sorte bate num rival e vai pra fora.

- Cruzou pra quê? Não tinha pra quem mandar. Não tinha ninguém pra receber - resmunga.

Em seguida novo erro de Julio César e impaciência :

- Esse Julio César está dose pra mamute!

E, numa recuada para o goleiro, mais uma queixa:

- Não adianta, rapaz, esse goleiro no sabe jogar com os pés.

E o desespero:

- O Vasco não vai aguentar esse ritmo por muito tempo não.

No primeiro gol do Vasco, anulado por impedimento, a revolta:

- Pô, sacanagem, não foi impedimento. Foi gol do Vasco. Quando é que vão usar a tecnologia pra acabar com esses erros? Não acontece no tênis, não acontece no vôlei, só acontece no futebol!

Não demora muito e sai o gol aos 38 minutos . Vibração contida.

- Beleza! Mas agora tem que tocar a bola e não recuar. Tem que segurar a bola na frente, ficar esperto pro contra-ataque, tem muito jogo pela frente.

De repente um chutão de Diguinho:

- Pra que isso? Chutou lá da casa do caramba. Isso é hora de fazer isso?

Depois piora. Pênalti para o Bragantino num lance infantil de Madson:

- Não tô dizendo? Isso é burrice... Dar uma dessa a essa altura do campeonato. 44 do primeiro tempo. Podia ir para o intervalo ganhando... A segurada de camisa foi leve, mas já deu o pretexto pro cara se jogar no chão... O jogador tem que sacar isso, que o adversário vai aproveitar, não pode dar esse mole...

Intervalo. Pausa para o café. E um breve balanço dos 45 minutos iniciais:

- Gol anulado do Vasco. Pênalti que não existiu contra o Vasco. Se fosse com o Flamengo o juiz não daria.

Segundo Tempo

?

Recomeço de jogo. E a esperança de Nilson reacende:

- Tá tocando a bola direitinho...

Pênalti para o Vasco. Nenê se prepara pra bater. Expectativa. Bate bem??

- Bem ele bate, mas já perdeu pênalti....

Gol!!!!! Vasco 2 a 1.

- Agora não dá pra errar! Não dá pra fazer besteira.

Aos 17, quase gol de empate do Bragantino:

- Olha o que o goleiro fez... Meu Deus do céu! Goleiro só tem que sair pra matar a jogada. Esse goleiro reserva é muito inseguro!

O time não segura a bola na frente, recua e o Bragantino faz jogadas de perigo. Jorginho aos berros!

- Os técnicos aqui fazem sempre isso. Lá na Europa você não vê os técnicos se esgoelando...

A TV informa o que Avaí faz gol contra o Náutico.

-Boa! Melhor o Avaí vencer para o Náutico não entrar no grupo dos quatro - diz Nilson

Boa jogada de Douglas e o elogio:

- Esse garoto Douglas é bom. Se ele estivesse num time melhor ele teria muito destaque. Carrega o time nas costas!

Aos 27, quase o Vasco faz gol. Grande defesa do goleiro do Bragantino.

- Caramba, o goleiro defendeu!

Chega a notícia: Vila Nova 2 a 1 no Ceará.

- Boa. Tá tudo dando certo.

Na hora de sair com a bola depois de uma falta, Douglas fica na frente e Nilson se aflige :

- Sai,sai, sai. O juiz não gosta que fique na frente não. Bate logo a falta que se bobear toma cartão amarelo .

Com a saída de Luan, machucado, preocupação.

- Já é a terceira substituição. Se o goleiro se machucar, ferrou.

43 minutos e apreensão :

- Vamos ver quanto o juiz vai dar de acréscimo.

E na Ressacada pênalti para o Avaí:

- Ótimo!

Rodrigo chuta a bola pra frente.

- Não faz isso. Meu Deus. Segura a bola. Falta pouco - diz, nervosamente.

Thalles faz boa jogada:

- Tá cansadão, coitado.

47 minutos......

- Segura o jogo!

Quatro minutos de acréscimo e a TV mostra a torcida.

- Esses vascaínos todos são de lá mesmo . Do jeito que o time está ninguém ia lá pra Bragança Paulista - constata.

Aos 49 minutos é hora de reclamar do tempo de acréscimo....

- Acabou, seu juiz . Acabou, seu juiz!!!!!

E o juiz ouviu. Fim de jogo. Alívio. Satisfeito?

- Agora a classificação não tá garantida, mas tá bem encaminhada - finaliza Nilson, levantando da cadeira e bem mais aliviado do que estava antes de a bola

rolar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos