Russo finaliza Johnson e pede chance por título; brasileiros perdem em NY

O card preliminar do UFC Nova York, que aconteceu neste sábado (12), foi simplesmente espetacular e pode ter definido o próximo desafiante ao cinturão dos leves. Invicto, agora com 24 vitórias, Khabib Nurmagomedov fez uma atuação impecável e finalizou Michael Johnson, exigindo sua chance pelo título dos leves.

Michael Johnson começou melhor a luta, conectando bons golpes com seu boxe apurado, mas quando Khabib levou a luta para o chão, massacrou o americano até o final do round, com Johnson salvo pelo gongo. Nos rounds seguintes, a luta se transformou em um monólogo, com o russo esmagando o americano contra a grade e desferindo golpes brutais. Da posição do cem quilos, o russo conquistou a sua vitória de número 24 na carreira, através de uma justa kimura, na metade do terceiro round.

Em entrevista com Joe Rogan, ainda dentro do cage, Khabib Nurmagomedov colocou o entrevistador em uma saia justa e a estratégia deu certo.

- Joe Rogan, você é um cara que está nesse ramo há tanto tempo e entende tudo de MMA. Você não acha que eu mereço essa chance pelo cinturão? - perguntou.

- Definitivamente você merece Khabib - respondeu Joe Rogan, sem titubear.

Frankie Edgar bate Jeremy Stephens em duelo eletrizante

Edgar dominou o primeiro round, controlando a distância e conquistando boas quedas. Já na segunda parcial, Stephens aplicou um chute alto que explodiu no rosto de Edgar, que sentiu, lutando o segundo round inteiro no automático. No terceiro round, Edgar conseguiu a queda e castigou Stephens no solo, levando a melhor na decisão unânime dos juízes.

Rafael Sapo é nocauteado por Tim Boetsch no primeiro round

O mineiro Rafael Sapo entrou na arena ao som do hino nacional brasileiro, mas dentro do octógono não foi bem. Tim Boetsch logo conectou uma direita certeira no queixo do brasileiro, que caiu praticamente nocauteado, levando mais alguns socos até a interrupção do árbitro em pouco mais de três minutos. É a segunda derrota seguida do peso-médio brasileiro.

Vicente Luque aplica segundo nocaute brutal no UFC

Americano filho de brasileira, Vicente Luque foi chamado as pressas para lutar no UFC 205 e, com duas semanas para se preparar, conseguiu um nocaute sobre Belal Muhammad ainda no primeiro round. O jovem de 24 anos conectou um cruzado no queixo do adversário, que foi a knockdown e mais quatro pancadas no solo decretaram o nocaute em seu favor. É a quarta vitória seguida do lutador na divisão dos meio-médios, todas conquistadas antes do tempo regulamentar.

Miller impõe seu plano de jogo e derrota Pitbull em luta disputada

Logo no começo da luta, Jim Miller bloqueou um chute de Thiago e o colocou para baixo, onde trabalhou por cima a maior parte do primeiro round, levando vantagem. Segundo round seguiu movimentado e o americano conseguiu mais uma bela queda, ao contra atacar uma joelhada voadora do brasileiro. Miller domina novamente no chão, mas quando combate volta de pé, Thiago passa a dominar a luta conectando duros chutes e socos e empatando a peleja.

Cearense volta bem no terceiro round, mas em novo ataque é levado para o solo. No round decisivo, Jim aplica três quedas e neutraliza o jogo de striker do brasileiro. Jim Miller se tornou o atleta com o maior número de vitórias do UFC, um total de 17 triunfos.

Confira abaixo os resultados do UFC 205:

Card preliminar

Frankie Edgar derrotou Jeremy Stephens na decisão unânime dos juízes

Khabib Nurmagomedov finalizou Michael Johnson aos 2:31 min do R3

Tim Boetsch nocauteou Rafael Natal aos 3:22 min do R1

Vicente Luque nocauteou Belal Muhammad aos 1:19 min do R1

Jim Miller derrotou Thiago Pitbull na decisão unânime dos juízes

Liz Carmouche derrotou Katlyn Chookagian na decisão unânime dos juízes

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos