Argentina recebe a Colômbia com mudanças e Pratto pode ser titular

A Argentina terá um duelo decisivo contra a Colômbia nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília) em San Juan, pela 12ª rodada das Eliminatórias para Copa do Mundo. O técnico Edgardo Bauza promoveu algumas mudanças no time titular para voltar a figurar no grupo que estaria classificado para o Mundial.

Atualmente, a seleção argentina ocupa apenas a sexta colocação, com 16 pontos, e estaria fora da Copa do Mundo se o qualificatória terminasse hoje. Rival desta terça, a Colômbia tem 18, na terceira posição. Equador e Chile somam 17.

A primeira mudança de Bauza foi a entrada de Lucas Pratto, do Atlético-MG, no lugar de Higuaín, que foi bastante contestado após a derrota por 3 a 0 para o Brasil, na última quinta-feira. Quem também foi sacado do time foi o lateral-direito Zabaleta, que deu lugar a Mercado. Outra alteração foi a volta de Banega à equipe titular, na vaga de Pérez.

- Precisamos que a equipe melhore em relação à produção em campo e isso implica que os jogadores possam impor em algum momento a hierarquia que tem - disse o treinador.

Contestado à frente da seleção, Bauza garante não estar preocupado com uma possível demissão do cargo de treinador da Argentina.

- O que menos me preocupa é minha situação. Já vivi situações piores no futebol. Em Quito (quando treinava a LDU) me tiraram do estádio sob escolta porque queriam me linchar. Quatro meses depois fomos campeões da América - referindo-se à conquista da Libertadores sobre o Fluminense, em 2008.

JOGADORES PASSAM MAL EM VOO

A fase da Argentina realmente não é das melhores. Depois de perder por 3 a 0 para o Brasil na última quinta-feira e nem figurar entre os cinco melhores das Eliminatórias para Copa do Mundo, nem os voos vêm sendo tranquilos para os Hermanos. Nesta segunda-feira, a seleção viajou de Buenos Aires para San Juan, palco da partida diante da Colômbia, e alguns atletas passaram mal dentro do avião, entre eles o craque Lionel Messi.

Segundo o jornal "Olé", o camisa 10 teve que ser atendido pelos médicos da Argentina após sua pressão cair e ele vomitar dentro do avião.

- O voo balançou um pouco, mas é normal quando há viagem para San Juan - disse Jorge Miadosqui, secretário de seleções da Associação de Futebol Argentina (AFA).

COLÔMBIA VAI SEM MEDO DA ARGENTINA

A Colômbia também trata o jogo contra os argentinos como uma 'decisão'. Isso porque a equipe ficou no empate em 0 a 0 com o Chile, em Barranquilla, na última quinta-feira, que foi ruim para suas pretensões nas Eliminatórias. Uma derrota em San Juan pode deixar o time fora do grupo que estaria classificado para o Mundial.

O técnico José Pekerman não quis adiantar a escalação, uma vez que vai ter uma nova formação na defesa, uma vez que Yerry Mina saiu lesionado diante do Chile e Oscar Murillo está suspenso. Balanta e Jeison Murillo devem ser os titulares. No ataque, é provável que Falcao García inicie a partida, no lugar de Borja.

- Falcao está bem, mas como falamos de 90 minutos, sempre apelamos para o aspecto físico. O futebol é continuidade, ritmo, quantidade de jogos. Ele vinha tendo oportunidades no Monaco, mas sofreu uma pancada na cabeça e ficou quase 30 dias fora, voltou há pouco tempo, mas marcando gols. Isso acendeu nossa esperança. Contra o Chile, era perigoso colocá-lo como titular, mas agora temos mais tempo de ambientação e vamos avaliar a quantidade de tempo que ele poderá jogar. Mas temos atacantes que também podem começar jogando.

O meia Cuadrado falou sobre a postura que a equipe da Colômbia deve ter diante da Argentina para vencer.

- Devemos estar preparados no meio campo e não dar espaço entre as linhas, porque sabemos que eles tem jogadores muito habilidosos, rápidos, que a qualquer momento podem fazer a diferença.

O volante Wilmar Barrios destacou a qualidade dos argentinos, apesar de não estarem vivendo a sua melhor fase nas Eliminatórias.

- Temos que fazer uma partida inteligente, alheios do que está vivendo a Argentina, acredito que nós devemos planificar bem a partida e aproveitar os espaços dados pelo rival. Devemos neutralizar o ataque deles, porque sabemos que eles tem jogadores que desequilibram - afirmou.

FICHA TÉCNICA

ARGENTINA X COLÔMBIA

Estádio: Estadio Bicentenario, em San Juan (ARG)

Data/hora: 15/11/2016 - 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Roddy Zambrano (ECU)

ARGENTINA: Romero, Mercado, Otamendi, Funes Mori e Más; Mascherano, Biglia, Banega e Di María; Messi e Pratto. Técnico: Edgardo Bauza.

COLÔMBIA: Ospina; Arias, Balanta, Jeison Murillo e Díaz; Aguilar, Sánchez, Berrío, James Rodríguez e Cardona; Falcao García. Técnico: José Pekerman.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos