De volta ao Corinthians, Jô afirma que está mais maduro: 'tenho limite'

O atacante Jô, que retornou ao Corinthians recentemente foi o convidado do programa "Bem, amigos!", do SporTV e falou sobre alguns problemas enfrentados durante a sua carreira por causa de problemas com álcool e algumas pessoas maldosas. Segundo o centroavante, esposa foi fundamental para sua volta por cima.

- Aconteceu de eu ter ido muito novo para a Rússia, com 18 anos. Ganhava um salário bom. No Corinthians, eu tinha salário de juvenil. De um ano para o outro, comecei a ganhar um salário muito alto e fui morar sozinho. Meus pais tinham a vida deles aqui. Você cria asinha. Com os pais, eles controlam mais. Comecei a me deslumbrar um pouco, a andar com aqueles falsos amigos. Depois, casei. Casei cedo. O refúgio do casamento pode ter sido também para dar uma parada nisso, mas aí você acaba tendo problemas.

Há dois anos, atacante parou e pensou na carreira, percebendo que era hora de mudar de vida. Pouco tempo depois de conquistar a Libertadores 2013 pelo Galo e disputado a Copa do Mundo de 2014.

- Nesse período, eu já estava sem fazer gols, tinha me separado da minha esposa, meu filho estava com quatro meses. Voltei para a casa dos meus pais. Olha a situação, sem necessidade.

- Minha esposa esteve sempre comigo, foi uma batalhadora. Minha renovação de votos é no dia 20. Se tudo ficou novo, tem que renovar também - completou.

De volta ao clube que o revelou, Jô afirma que está mais maduro e promete responsabilidade nesta nova passagem pelo Corinthians.

- O jogador, com a cabeça que Jesus Cristo me deu hoje, tem que ter sabedoria, tem que saber que o atleta tem que cuidar do corpo. Tudo tem que ter um limite. Quer sair? Que saia, mas que tenha juízo, limite. Hoje eu tenho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos