Emprestado pelo Palmeiras, Leandro fala do clube com o pai e com Veiga

  • Ernesto Rodrigues/Folhapress

    Leandro em ação pelo Palmeiras no Brasileirão de 2014

    Leandro em ação pelo Palmeiras no Brasileirão de 2014

O Palmeiras continua sendo assunto na vida de Leandro. O atacante de 23 anos ainda tem contrato com o clube paulista até o fim de 2017, tem tido dificuldades para controlar a ansiedade do pai palmeirense, Carlos Moura, com a proximidade do título brasileiro, e já deu algumas dicas a Raphael Veiga, meia que jogará no Verdão a partir do ano que vem. Mesmo com tudo isso, ele avisa que está focado no Coritiba.

"Meu ano aqui foi bom, foi a temporada em que mais joguei. Fico feliz por ter feito tantos jogos voltei a fazer gols também. Não sei como vai ficar no ano que vem ainda e acho melhor não fazer planos. Faltam quatro jogos, então quero esperar acabar o ano", disse o atacante, que está emprestado ao Coxa.

Leandro tem 45 jogos na temporada, três a mais do que em 2013, ano em que chegou ao Palmeiras e foi artilheiro do time com 19 gols - chegou até a ser convocado para a Seleção. Pelo Coxa, são 11 bolas na rede até aqui, uma delas contra o próprio Palmeiras, em empate por 2 a 2 no primeiro turno do Brasileirão.

"Eu não tenho que pedir desculpas, sou profissional. Estou no Coritiba, é o clube que paga meu salário, então tenho de defender essas cores independentemente de contra quem jogar", diz ele, que naquele dia fez o coração do pai ficar dividido.

"Meu pai é palmeirense, não para de me mandar mensagem falando que vai ser campeão, me enchendo o saco todo dia (risos). Ele queria que eu estivesse lá, mas faz parte do futebol".

Quem também o procurou para falar sobre o Palmeiras foi o meia Raphael Veiga, que na última semana assinou um documento com o clube em que jogará pelos próximos cinco anos.

"Ele já perguntou como é lá, como é a torcida. Ele perguntou mais por curiosidade. É um garoto bom, de coração bom, merecedor do que está vivendo. Ele é um meia inteligente, habilidoso, tem bom passe, boa bola parada. Sem dúvida, se contratarem, ele vai ajudar muito".

Bate-bola: Leandro e o Palmeiras

Ainda tem contato com alguém do Palmeiras?
"O que eu mais tenho contato é o Zé Roberto, meu amigo particular. E acho que só".

Está torcendo para o Palmeiras ser campeão?
"Tenho contrato com o Coritiba até o fim do ano. Tenho que pensar no clube em que estou. Se o Palmeiras for campeão ou não, creio que para mim não vai fazer diferença, até porque estou aqui, não no Palmeiras".

Você acha que ainda vai jogar lá?
"
Fui para lá em uma Série B, fomos campeões com cinco, seis rodadas de antecedência. Em 2014 nosso time não foi bem, brigamos para não cair. É diferente brigar por título e brigar para não cair, não tive a oportunidade de brigar pela Série A quando estava lá, então não sei como é você estar brigando em um clube tão grande".

"Mas eu não sei como vai definir essa situação, até porque o pessoal do Coritiba já me procurou perguntando se tenho vontade de ficar no ano que vem. Meus empresários já entraram em contato e o Palmeiras tem dito que no momento não querem resolver nada, porque estão focados no título. Tenho que esperar até o fim do ano".

Quer receber notícias do Palmeiras de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos