Jair lamenta fim da invencibilidade: 'Não tem hora boa para perder'

Pressão, cruzamentos, chutes, bola na trave. Não foi noite de Botafogo, nesta quarta-feira, contra a Chapecoense. Por mais que tentasse, o Glorioso não conseguia passar pelo goleiro Danilo. Na Arena da Ilha, o time alvinegro perdeu não só o jogo, mas uma invencibilidade de sete jogos, que se transformou em três partidas sem vencer nos últimos momentos do Campeonato Brasileiro. O técnico Jair Ventura, porém, prefere não buscar justificativas para o revés.

- Aconteceu que a Chapecoense veio com uma estratégia e foi feliz e nós não fomos. Trabalhamos muita bola parada ontem (terça-feira), sabíamos da força deles na bola parada. Conseguiram gol assim, mérito deles. Fomos para cima, tentamos, tentamos e tomamos outro em contra-ataque. É ruim, jogando em casa, pelas nossas pretensões. Temos que lembrar também que eram sete jogos de invencibilidade. Não tem hora boa para perder, é sempre ruim. Mérito e parabéns para a Chapecoense - esclareceu o treinador.

O próximo adversário do Botafogo é o Palmeiras, que se aproxima cada vez mais do título da competição. Para tal, a equipe se reapresenta nesta quinta-feira, em General Severiano, e treina até sábado, antes de viajar para São Paulo (SP). Nesta primeira atividade, porém, apenas reservas devem ir a campo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos