Gomes explica entrada de Carlinhos e deixa futuro aberto no São Paulo

Apesar de o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva ter dito nesta semana que Ricardo Gomes ficará no São Paulo em 2017, o técnico ainda não fala com segurança sobre sua continuidade no cargo. Nesta quinta-feira, após empate do Tricolor paulista por 1 a 1 com o Grêmio, Ricardo voltou a falar sobre seu futuro e deixou a questão aberta, para decisão do presidente.

- Vocês sabem que meu contrato não tem prazo. O São Paulo tem jogadores que podem render muito mais, recebemos reforços já neste ano e agora o Marco (Aurélio Cunha, diretor-executivo) e o Renê (Weber, coordenador técnico) vão tocar mais contratações. Minha ideia é seguir com a busca por uma melhor qualidade de jogo. É o presidente quem vai decidir a vida de todo mundo. Hoje, sinceramente, penso no próximo jogo e em terminar o campeonato bem em resultados e qualidade de jogo - afirmou Ricardo, em entrevista coletiva.

Sobre o jogo, o comandante lamentou a queda de rendimento do time no segundo tempo e admitiu que a escolha por Carlinhos no lugar de Luiz Araújo no segundo tempo não deu certo. O lateral-esquerdo, que atuou adiantado, foi vaiado pela torcida. Ele voltava de lesão muscular.

- Queria o Carlinhos, como o Cueva estava mais adiantado para armar, eu precisava de um jogador com boa técnica e inteligência para acompanhá-lo e dominar o meio, mas não deu certo, realmente - declarou Ricardo.

O treinador ainda fez uma análise geral da situação do São Paulo, que agora tem mínimas chances de ir à Libertadores. Ricardo disse que houve melhora no jogo do time.

- O ano foi difícil, venho falando desde minha chegada, da queda pós-Libertadores que nos deixou em situação muito complicada. Jogo a jogo nos recuperamos e vamos seguir assim. Melhoramos a qualidade do nosso jogo, agora é ir atrás de resultados. A goleada sobre o Corinthians deu esperança, mas era muito difícil, dependia muito dos outros perderem pontos e rendimento. E isso não está acontecendo. Entre nós, priorizamos melhorar a qualidade de jogo e isso aconteceu - finalizou o comandante.

Ricardo Gomes convive com a sombra de Rogério Ceni, que já conversou com o presidente Leco sobre a possibilidade de assumir o time no ano que vem. O ídolo do clube vem estudando para ser treinador desde que parou de jogar, no fim do ano passado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos