Santos 'acerta quadra', vence o Vitória e segue na cola do líder

Acertar uma quadra na loteria é sinônimo de muita sorte. Nesta quinta-feira, ao vencer o Vitória por 3 a 2, o Santos chegou a uma quadra inédita em sua campanha no Brasileirão: quatro vitórias seguidas e motivos de sobra para comemorar. O Peixe segue na cola do líder Palmeiras. E haja sorte, azar e muita raça em campo.

O Alvinegro teve paciência. Estudou o Leão da Barra durante toda a primeira etapa, arriscou de longe e ofereceu poucos perigos.

As chances de acertar na mosca aumentaram aos poucos e chegaram ao ápice quando Lucas Lima achou em meio a retranca baiana Copete. O colombiano trombou com o goleiro Caíque, mas abriu o placar. Para a sorte dele, que fez uma "fézinha" andando pelo gramado antes da bola rolar, o árbitro Wilton Pereira Sampaio e seus auxiliares não viram os poucos centímetros que o deixavam em posição de impedimento.

Mas para o azar de Dorival Júnior, do outro lado da área técnica estava Argel um azarão da Vila Belmiro. Só ele e Tuca, do Figueirense, foram capazes de comandar uma vitória sobre o Peixe dentro da Vila nesta temporada. Por já ter visitado o território com o Internacional, Argel sabia que era bom fechar as laterais e explorar contra-ataques com Marinho, exatamente o que o 7 do Leão da Barra fez em todo o jogo.

Como dificilmente tem aposta perfeita,a de Dorival para a noite de ontem, Yuri na zaga, cometeu pênalti ao colocar a mão na bola após falha de Noguera. Marinho converteu, mas não abalou as esperanças do Santos, que precisava de mais um gol para seguir vivo na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

O Peixe continuou apostando em Copete pelo lado esquerdo. O cara certo, na hora certa, no lugar certo, para sofrer pênalti e dar ao Alvinegro os tão sonhados três pontos.

Ricardo Oliveira converteu e deixou o torcedor santista contando com a sorte e apostando no azar do líder Palmeiras mais uma vez.

Para coroar a noite de sortudo, lá estava Copete mais uma vez no lugar certo para se aproveitar do erro da defesa baiana e mandar para as redes.

Ao Vitória, mesmo com um gol de Kieza no fim, resta mais uma rodada beirando a zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 3X2 VITÓRIA

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Data-horário: 17 de novembro de 2016, quinta-feira, às 19h30

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO-FIFA)

Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Fabiano da Silva Ramires (ES)

Cartões amarelos: Yuri, Thiago Maia e Ricardo Oliveira (SAN)

Renda/Público: R$ 260.390,00 / 9.258 pagantes

Gols: Copete, aos 35'/1ºT (1-0); Marinho, aos 16'/2ºT (1-1); Ricardo Oliveira, aos 21'/2ºT (2-1); Copete, aos 38'/2º T (3-1) e Serginho, aos 48'/2ºT (3-2)

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Noguera, Yuri e Zeca; Thiago Maia, Renato (Léo Cittadini, aos 41'/2ºT) e Lucas Lima (Elano, aos 42'/2ºT); Vitor Bueno (Lucas Veríssimo, aos 38'/2ºT), Copete e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior

VITÓRIA: Caíque; José Welison, Victor Ramos, Kanu e Diego Renan; Marcelo (Diogo Mateus, intervalo), Willian Farias, Euller (David, intervalo) e Cárdenas (Serginho, aos 30'/2ºT); Marinho e Kieza. Técnico: Argel Fucks

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos