Tudo igual! No fim, Girourd evita derrota do Arsenal e castiga o United

Quando mais de 70 mil torcedores já vibravam com o então salvador gol de Juan Mata, Girourd calou o Old Trafford, já nos acréscimos e na primeira vez em que o Arsenal acertou a meta de De Gea. Neste sábado, o Manchester United foi superior, dominou boa parte do clássico, mas foi castigado e saiu do estádio com o doloroso empate em 1 a 1, pela 12ª rodada do Campeonato Inglês.

O resultado teve um sabor de vitória para os Gunners, que ficam provisoriamente na terceira posição, com 25 pontos. O United, por sua vez, chega a 19 pontos e permanece fora de zonas de classificação à competições europeias, na sexta posição.

O JOGO

Atuando sob seus domínios e sem Ibrahimovic, suspenso, o Manchester United foi mais contundente na primeira etapa, ocupando boa parte do território dos londrinos, que contaram com Cech, pelo menos três vezes, para manter o placar em igualdade.

Ainda antes do intervalo, um lance fez os torcedores dos Red Devils, que reclamaram muito pedindo um pênalti de Nacho Monreal em Valencia, aos 34 minutos.

Na segunda etapa, o panorama se manteve. A equipe de Arsène Wenger continuou pecando na eficiência e na criatividade, principalmente pelos astros Sánchez e Özil estarem pouco inspirados.

Insatisfeito, Wenger fez alterações para mexer com o brio do time, mas a sua equipe não conseguia responder em campo, mostrando dificuldade para finalizar. Isso até aos 43 minutos, quando a estrela do técnico francês enfim brilhou.

Depois de um cruzamento de Oxlade-Chamberlain, Girdourd acertou uma linda na cabeça, na primeira tentativa na direção da meta de De Gea, vazado após a jogada de dois jogadores que vieram do banco de Wenger.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos