Contra a Ponte Preta, Marcos Junior tenta dar fim a ano de altos e baixos

Marcos Junior vive uma temporada de altos e baixos. Terceiro maior artilheiro do Fluminense em 2016, o atacante alternou entre a condição de titular e reserva. De uma certa forma, o camisa 35 é um reflexo do clube no ano, que, apesar dos sete jogos sem vitórias, ainda sonha com a Copa Libertadores.

Neste domingo, às 17h, o time de Marcão encara a Ponte Preta, em Campinas, e só os três pontos manterão o Flu na briga pelo G6 do Campeonato Brasileiro.

O técnico mais uma vez fez mistério, fechando os treinos e não revelando a escalação para o jogo no Moisés Lucarelli, mas Marcos Junior é o mais cotado para atuar pelo lado esquerdo do ataque, substituindo o suspenso Wellington.

O camisa 35 começou o ano sem muitas chances sob o comando de Eduardo Baptista. Com Levir Culpi ganhou novo papel no Tricolor, atuando muitas vezes como a referência no ataque tricolor. Foi assim que marcou o gol do título da Primeira Liga, sobre o Atlético-PR. Com nove gols em 2016, Marcos Junior é o terceiro maior artilheiro do clube, atrás de Cícero (16) e Scarpa (14).

Se confirmado como titular, o atacante 23 anos tentará mais uma vez ficar em alta no elenco tricolor. De quebra, pode deixar o Flu mais perto de um final feliz em 2016, que só virá com a improvável classificação para a Libertadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos