Willians critica torcedor e lamenta afastamento do Timão: 'Não fiz nada'

O volante Willians se manifestou pela primeira vez após a decisão da diretoria do Corinthians pelo seu afastamento das rodadas finais do Campeonato Brasileiro. Por meio de uma mensagem de áudio enviada por sua assessoria de imprensa, o jogador de 30 anos lamentou a decisão do clube e especialmente a ação de um torcedor corintiano que o abordou na saída do CT Joaquim Grava após o treinamento do último sábado.

- O que ocorreu ontem (sábado) foi uma coisa chata, triste, porque eu acabei não fazendo nada, mas a diretoria achou melhor eu não ir para esse jogo (contra o Internacional), então fico triste. Mas o que aconteceu é um torcedor que queria aparecer, e sei que a nação corintiana não é isso, então fico triste. Alguns torcedores que não pensam no clube, só neles próprios. Fico triste, mas sei que a nação corintiana é grande e vai estar sempre com os atletas - disse Willians, que não fez críticas à decisão do clube e disse estar na torcida dos agora ex-companheiros nos três jogos finais do Brasileirão.

- Falaram umas coisas que eu sei que não são verdade. Não estou afastado, vou cumprir meu contrato até dia 5 de dezembro. Vou ficar torcendo pelo Corinthians, pelos meus companheiros que estão sempre comigo. Espero que essa noite de segunda-feira possa trazer um grande resultado e colocar o Corinthians no G6. E que possa dar frutos à torcida corintiana, que é fanática.

Willians discutiu com um grupo de torcedores do Corinthians no portão de saída do CT após o treinamento de sábado. Abordado, o camisa 5 do Timão deixou seu carro para ouvir as cobranças. Um trecho de um vídeo gravado no momento da conversa está circulando em fóruns de torcedores do Timão nas redes sociais, com declarações como "Mas o que você quer? Quer me cobrar? Então você me cobra. Cobra aí" e "Vai se preocupar com a sua casa, irmão. Está todo mundo trabalhando aqui".

O técnico Oswaldo de Oliveira criticou o comportamento do volante em entrevista coletiva neste domingo.

- - Em primeiro lugar não gostei, temos que nos preservar. Eu tenho falado muito com os jogadores sobre isso. Quem joga no Corinthians tem que ser exemplo, ser fundamental, porque vestimos a camisa do Corinthians. Mas é uma decisão que não passa pelo meu crivo, é âmbito da direção do clube. Como ainda não tive decisão eu vou aguardar. Isso é desagradável e desabonador. Eu todo dia passo ali e as pessoas me pedem para tirar fotografia, desço, converso. Ontem um rapaz disse que Deus avisou ele para não colocar os veteranos. Eu agradeci a transmissão. Mas naquela situação, se eu ouvisse algo ruim não iria parar e descer do carro.

Willians seguirá em atividade no CT Joaquim Grava até o fim do ano, mas treinará separado e não será utilizado nos três últimos jogos do Brasileirão. Em 2017 ele volta de empréstimo ao Cruzeiro. Foram 27 jogos pelo Corinthians neste ano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos