Técnico Jurgen Klinsmann é demitido da Seleção Americana de Futebol

No comando da seleção dos Estados Unidos desde a temporada de 2011, o técnico alemão Jurgen Klinsmann foi demitido do cargo nesta segunda-feira. O comandante não suportou os últimos resultados ruins nas eliminatórias.

Klinsmann, que estava balançando no cargo, ficou ainda mais pressionado após a derrota dos Estados Unidos para a Costa Rica, por 4 a 0, na terça-feira da semana passada. O revés aconteceu apenas quatro dias depois de outra derrota americana, desta vez para o México, por 2 a 1. Os tropeços deixaram a seleção na última colocação do hexagonal final das Eliminatórias da CONCACAF para a Copa do Mundo de 2018.

- Queremos agradecer a Jurgen por seu trabalho duro e comprometimento durante os últimos cinco anos. Ele se orgulhava de ter a responsabilidade de dirigir o programa, e houve realizações consideráveis ao longo do caminho - disse Sunil Gulati, presidente da Federação Americana de Futebol, em comunicado oficial.

Desde a goleada por 6 a 0 para o México, em 1957, os EUA não sofriam tanto em uma partida de eliminatórias da Copa. A goleada diante da Costa Rica foi considerada a pior derrota na era moderna do plantel americano.

Conforme já informado, neste hexagonal final das Eliminatórias, os EUA ainda não pontuaram nas duas primeiras partidas. As seis equipes se enfrentam em dez rodadas. As três primeiras garantem a vaga para a Copa, enquanto o quarto colocado disputa a repescagem.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos