Hudson vê relaxo no grupo e queda de qualidade de elenco no São Paulo

O volante Hudson concordou com as críticas feitas pelo zagueiro Rodrigo Caio na semana passada sobre o elenco do São Paulo na questão de comprometimento. Para o camisa 25, houve relaxo em alguns e por isso o time terminará o ano em situação ruim. Só na última segunda-feira, com vitória do Corinthians sobre o Internacional, o Tricolor escapou de vez do risco de rebaixamento.

- Comprometimento é uma palavra muito forte. Acho que em algumas partidas pode ter havido relaxamento de alguns atletas, sim. E a gente se cobra muito, porque em nenhum momento esse ano a gente teve folga para jogar relaxado em qualquer jogo. Acho que tinha de ter sido evitado, agora não tem mais campeonato para evitar qualquer coisa. Mas é algo que a gente se cobra, é uma falha nossa de jogadores. Não adianta apontar dedo para nenhum jogador, quando ganha são todos. E a gente sabe que nessa questão precisa melhorar muito - analisou o camisa 25.

Para Hudson, o São Paulo sofreu uma queda na qualidade do elenco com relação aos últimos anos. Ele citou 2014, o ano em que chegou ao clube, quando o Tricolor foi vice-campeão brasileiro contando com atletas como Rogério Ceni, Ganso, Kaká, Michel Bastos, Alexandre Pato, Alan Kardec e Luis Fabiano.

- Nosso elenco se superou no primeiro semestre. Aprendeu a jogar a Libertadores e jogou muito bem. Poderíamos ter ido além da semifinal, por mais qualidade que o Atlético Nacional tem. Perdemos dois jogadores importantes, que viviam grande fase (Kelvin e Ganso). E aí caímos, veio uma ressaca da Libertadores. Para mim é um grupo reduzido. Tem dificuldade na reposição. Quando eu cheguei, tinha seis jogadores de Seleção para o ataque. Hoje, só tem o Michel e ele nem está jogando mais. Mas tenho certeza de que a diretoria está olhando com carinho e voltaremos forte em 2017 - disse o volante.

Hudson falou após o treino desta terça-feira, reapresentação após a derrota para a Chapecoense por 2 a 0 no último domingo. O técnico Ricardo Gomes comandou um trabalho técnico em campo reduzido. Recém-contratado, o atacante Wellington Nem treinou com o grupo. E recebeu elogios de Hudson.

- Acho que é uma contratação do tamanho do São Paulo. Pelo que o São Paulo tem de almejar. Jogador bastante rodada, experiente. De excelente qualidade. Não precisa provar nada para ninguém. A gente aposta que ele vai se dá bem aqui - afirmou.

O São Paulo volta a campo no próximo domingo, contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte. Depois, a equipe recebe o Santa Cruz, no Pacaembu, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos