Pelo terceiro ano consecutivo, Douglas Brose é o primeiro do ranking

O ano de 2016 foi intenso para o carateca brasileiro Douglas Brose. Mesmo não conquistando o tricampeonato mundial na Áustria, Brose foi peça fundamental numa das maiores conquistas da sua carreira, a inclusão do caratê como modalidade olímpica em Tóquio-2020.

Campeão de duas etapas do circuito mundial (Brasil e Alemanha), do US Open Las Vegas e do Campeonato Pan-Americano do Rio de Janeiro, Brose fechou a temporada pelo terceiro ano consecutivo como líder do ranking brasileiro e mundial.

- Tive um saldo positivo na temporada. O ranking é uma das maneiras de obter a classificação para os Jogos Olímpicos do Japão distribuindo quatro vagas. Manter-se no topo não é fácil, mas estou treinando muito forte para chegar em 2020 preparado para conquistar uma medalha de ouro para o Brasil - analisou.

Indicado mais uma vez para concorrer ao prêmio de melhor atleta catarinense pelo Instituto Guga Kuerten, Douglas já traçou novas metas para 2017.

- O objetivo principal da próxima temporada será o World Games, evento que reúne somente os oito melhores atletas do mundo e será disputado no mês de julho na Polônia - finalizou.

O carateca segue em Florianópolis, onde mora, realizando treinamentos e se preparando para as próximas competições. No início de janeiro, Brose embarca para Itália onde ministrará um curso de caratê.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos