Marquinhos Santos pede 'respeito ao clube' na reta final

A duas rodadas do término do Campeonato Brasileiro, o Figueirense já está rebaixado. O que resta ao time? Na visão do treinador Marquinhos Santos, honrar a camisa, a história do alvinegro.

- O que temos dito e falei após o jogo com o Vitória, temos um compromisso com o Figueirense, é uma responsabilidade. E mesmo sendo critério de observação, é preciso respeitar o clube e o torcedor. Os atletas precisam honrar essa camisa, até porque na sequência da bola há comunicação e eles têm que ter esse reconhecimento - disse

O comandante do Figueira também comentou, que em sua cabeça, o time não vai entrar em campo contra o Fluminense, no Orlando Scarpelli, e diante do Sport, na última rodada, na Ilha do Retiro, sem responsabilidades. A obrigação de vencer continua. E, se bobear, até aumenta.

- O peso não é menor, permanece a responsabilidade, até da minha parte pelos resultados, que incomodam. Não vejo a hora de melhorar os números, isso tem me incomodado dia e noite. Quero que termine logo o ano para iniciar um novo caminho e possamos ter os resultados esperados - finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos