Náutico perde e deixa escapar chance de acesso. Oeste se livra da degola

O Náutico decepcionou o torcedor que compareceu à Arena Pernambuco na noite deste sábado. O Timbu se despediu da Série B do Campeonato Brasileiro com o revés por 2 a 0 para o Oeste, e não conseguiu o tão sonhado acesso à divisão de elite do futebol brasileiro na próxima temporada. O jogo foi marcado negativamente por uma confusão geral, que interrompeu a partida por 16 minutos.

Com o resultado, o Oeste se livrou do rebaixamento, terminando acima da 'linha de corte', na 16ª colocação, e ainda garantiu à equipe de Fernando Diniz sua primeira vitória desde agosto, quando emplacou uma série de nove empates e sete derrotas na competição.

No primeiro tempo, o Oeste foi superior. Enquanto os donos da casa pecavam na precisão dos passes, o time de Itápolis mantinha a tranquilidade para trabalhar bem a bola. Não à toa, depois de boa jogada pela esquerda, Crysan cruzou rasteiro e encontrou Pedro Carmona chegando embalado na pequena área para abrir o placar. Antes de o árbitro encerrar a primeira etapa, Mike ampliou para o Rubrão.

Na volta do intervalo, o clima esquentou. Diante do revés, a torcida do Náutico se descontrolou, deu início a um tumulto e objetos foram arremessados. De volta ao gramado, o Timbu, também nervoso, parecia ter a bola queimando nos pés. Apesar de conseguir retrair o Oeste para o seu campo de defesa, o time de Itápolis seguia com maior posse de bola.

O Náutico teve seu melhor momento pouco após a marca dos dez minutos. Os pernambucanos chegaram três vezes seguidas com perigo, mas não acertaram as finalizações. E, o jogo voltou a esquentar com uma invasão de campo. Um grupo relativamente grande de torcedores da organizada do Náutico entrou no gramado e tentou agredir atletas e árbitros. A partida teve de ser paralisada e a polícia acionada. Até o sistema de som do estádio foi usado para instruir o torcedor a não invadir o gramado:

- Não prejudique o Náutico - anunciou o locutor do jogo.

Depois de 16 minutos sem a bola rolar, o árbitro reiniciou o duelo. Sem forças para buscar a virada, o Náutico saiu de campo sem conquistar o tão sonhado acesso. Pela combinação de resultado dos rivais, se o Timbu tivesse vencido, estaria na Série A em 2017.

A equipe pernambucana também se despediu da competição com o melhor público já registrado nesta temporada: 25.602 torcedores, mas com o recorde manchado pela confusão nas arquibancadas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos