Além de reformulação no futebol do Vasco, Eurico crava: 'Treinador tem de querer vir para o Vasco'

A saída de Jorginho do cargo de treinador do Vasco tende a ser apenas o primeiro passo para uma série de mudanças no futebol do clube. Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, o presidente do Cruz-Maltino, Eurico Miranda, confirmou uma reformulação completa no departamento de futebol, e garantiu:

- Ninguém está imune à reformulação. Nem os outros profissionais (da comissão), nem jogador. Ninguém com estabilidade garantida. A reformulação será feita. Diretor estatutário não sai nenhum.

Porém, o dirigente rechaçou a hipótese da chegada de um diretor executivo em São Januário. Seu filho, Euriquinho, também foi confirmado para próxima temporada:

- Diretor executivo de futebol no Vasco? Não há nenhuma hipótese. Os diretores executivos que passaram no Vasco causaram prejuízos que ainda estão sendo reparados. Para acabar com especulações, meu filho continua como sendo meu representante no futebol. Ele continua. Especulem o que quiserem.

Questionado sobre as especulações em torno do nome para ser o novo treinador do Vasco, Eurico ratificou que esperou a saída de Jorginho para cogitar um nome:

- Enquanto não resolvesse o problema com o Jorginho, eu não pensava (em outro treinador). A partir de hoje, vou pensar. Demoro pouco tempo. Não tenho muito problema para contratar.

Em seguida, o mandatário do Cruz-Maltino garantiu:

- Não vou procurar treinador para negociar. O treinador tem que querer vir para o Vasco, tem que saber que é uma honra treinar o Vasco.

Entre os nomes especulados, estão os de Cristóvão Borges e Ney Franco.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos