Werdum acusa UFC de lhe negar ingresso: 'Não visto mais a camisa'

Ex-campeão dos pesados, Fabrício Werdum não vive um ambiente nada bom dentro da organização americana. O clima ruim começou após o gaúcho protestar contra a Reebok, patrocinadora oficial do Ultimate, postando uma montagem em uma rede social, onde aparece com uma camisa com a logo da rival, Nike.

Em entrevista ao podcast "Resenha Black Belt", "Vai Cavalo" revelou que a organização lhe negou um ingresso para comparecer ao UFC Nova York, ocorrido em 12 de novembro.

- Eu sinto até vergonha de falar, mas eu estava lá em Nova York para falar com patrocinadores e pedi para ser um guest fighter (lutador convidado). Mas me negaram. Meu empresário precisou comprar um ingresso para mim no dia. Fiquei na arquibancada felizão com a torcida, mas não gostei. Imagina, um ex-campeão sem ingresso - lamentou.

Apesar de ter comprado o ingresso e ter assistido a maior parte do evento da arquibancada, em determinado momento, Werdum invadiu a área vip do Madison Square Garden, causando um mal estar.

- Quando cheguei lá, eles ficaram de cara. Olha, quando eu visto a camisa, eu visto. Quando sou amigo, eu sou amigo. Mas não visto mais a camisa, não consigo. Não estou feliz, não tenho mais aquela coisa de estar no maior evento de MMA do mundo. Me senti excluído, não estou feliz - afirmou.

Werdum está escalado para fazer uma revanche contra Cain Velásquez no dia 30 de dezembro, em Las Vegas (EUA), pelo UFC 207.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos