Cormier avalia lesão que o tirou do UFC 206 e projeta retorno em março

Campeão dos meio-pesados, Daniel Cormier deixou a luta principal do UFC 206, em Toronto, no Canadá, onde defenderia o seu cinturão diante do desafiante Anthony Johnson.

Com uma lesão na perna esquerda, DC revelou em entrevista ao site "MMA Fighting", que sempre evita ao máximo passar por cirurgias, mas acredita que dessa vez essa pode ser a melhor opção.

Entre as opções de tratamento sugeridas pelos médios, Cormier pode optar pelo repouso, que faria com que retornasse em cinco meses; injeções de plasma rico em plaquetas, que demoraria menos; e a cirurgia escolhida pelo campeão, que pretende estar pronto para lutar em março.

- Eu tento não passar por cirurgia. Mas é uma coisa minha. Eu faço o que posso para não entrar na faca, mas tenho algumas decisões a tomar. Eu disse ao médico que gostaria de pegar o caminho mais rápido de volta para o octógono, por isso optei pela cirurgia - disse Cormier.

Cormier conquistou o cinturão dos meio-pesados em abril do ano passado, ao finalizar Anthony Johnson no terceiro round. Em outubro, o americano defendeu o título com vitória na decisão dividida sobre Alexander Gustafsson. Em sua última luta, em julho deste ano, Cormier bateu Anderson Silva na decisão, em peso casado, já que seu adversário original Jon jones, foi flagrado no doping e retirado da disputa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos