Cruz Vermelha confirma a morte do goleiro Danilo, herói da classificação

Herói da classificação da Chapecoense à inédita final da Sul-Americana, o goleiro Danilo foi uma das vítimas do acidente aéreo da madrugada desta terça. Ele foi resgatado com vida, mas morreu no hospital. A informação é da Cruz Vermelha.

A aeronave que levava a delegação à Medellín para o primeiro jogo das finais contra o Atlético Nacional caiu nas imediações da cidade de La Unión, próxima à capital colombiana. De acordo com as autoridades locais, 76 das 81 pessoas morreram no acidente, entre elas jogadores, comissão técnica, convidados e jornalistas. Ainda não há confirmação oficial do nome das outras vítimas.

O goleiro vivia o auge de sua carreira e era um dos protagonistas na campanha da Chape rumo à inédita decisão. Nas oitavas de final contra o Independiente (ARG), Danilo defendeu quatro cobranças de pênalti. Ele voltou a ser herói na semifinal contra o San Lorenzo (ARG), na última semana. O arqueiro fez uma grande defesa no último minuto do jogo e ajudou a segurar o empate sem gols na Arena Condá, que garantiu a classificação do Verdão do Oeste à final.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos