'É o dia mais triste da minha vida', lamenta Maranhão, ex-Chapecoense

  • Reprodução

    Maranhão divulgou foto ao lado de Gil e Ananias, vítimas da tragédia na Colômbia

    Maranhão divulgou foto ao lado de Gil e Ananias, vítimas da tragédia na Colômbia

O trágico acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense chocou o mundo e alterou a rotina dos clubes brasileiros. O Fluminense cancelou a reapresentação do elenco marcada para ontem, no CT Pedro Antonio. A notícia abalou o elenco e funcionários, entre eles o atacante Maranhão, que fez parte de um dos belos capítulos da história do clube de Chapecó. Abalado, o camisa 39 se manifestou nas redes sociais.

"É o dia mais triste da minha vida. Que Deus console a família de cada guerreiro", publicou Maranhão em seu Instagram, em foto ao lado do time campeão catarinense de 2016.

Maranhão defendeu a Chape entre janeiro de 2015 e maio de 2016. Comandado por Guto Ferreira, o meia-atacante participou da primeira campanha internacional do clube. Após eliminar o Libertad (PAR), o time catarinense encarou o tradicional River Plate.

Com um gol de Maranhão, a Chape voltou de Buenos Aires derrotada por 3 a 1. Na Arena Condá, o triunfo por 2 a 1 não garantiu a classificação, mas o time saiu de campo aplaudido pelos torcedores.

"Meus irmãos. Meu dia começou muito triste, mas sei que vocês estão com Deus", postou Maranhão em foto que aparece ao lado de Gil e Ananias, dois de seus amigos do tempo de Chape e vítimas da tragédia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos