Tozzo aprova não-realização de duelo entre Chape e Galo: 'Não há clima'

A atitude de Daniel Nepomuceno em rechaçar a hipótese do Atlético-MG entrar em campo contra a Chapecoense, no dia 11 de dezembro, foi recebida com aprovação na Arena Condá. O presidente em exercício da Chape, Ivan Tozzo, confessou à Rádio Gaúcha que não vê condições de realização da partida:

- Acho ótimo. Não vai ter clima para jogar. Eu não recebi essa informação. À tarde, o presidente do Atlético-MG deve falar conosco. Acho ótimo, porque não vai ter clima para que aconteça esse jogo. Vamos aguardar.

O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, havia mantido a data da partida para 11 de dezembro, com o pedido de uma festa. Porém, o Atlético-MG já manifestou que não compactuará com a ideia.

Segundo o Regulamento Geral das Competições (RGC) da CBF, no Artigo 59, Parágrafo 1º, que se refere a abandono de competições, "se o abandono ocorrer apenas nas três (3) últimas rodadas, as partidas correspondentes serão perdidas à semelhança dos dados de não comparecimento ao campo, prevalecendo os demais resultados".

Porém, no Artigo 53, Parágrafo 2º, "se o fato previsto ocorrer com ambos os clubes, os dois (2) serão declarados perdedores por 3x0".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos