Barça x Real: o que representa o clássico em termos de marketing

Neste sábado temos mais um Barcelona x Real Madrid. O maior clássico do futebol mundial da atualidade. Os impactos deste confronto vão muito além do aspecto esportivo. São impactos sociais, midiáticos e comerciais gigantescos.

Quem estiver ligado pela TV na partida, se juntará a mais de 700 milhões de pessoas em todo o planeta. Mais gente que a final da Champions. É quase a audiência de final de Copa do Mundo!

A consolidação da dupla no cenário internacional uniu marcas muito fortes, com um excelente trabalho de gestão, especialmente em termos de marketing global. A Espanha, um país de 46 milhões de habitantes, que até o início dos anos 2000 era o mercado principal da dupla, já não é mais.

A expansão das marcas em termos globais é a maior responsável pelo desenvolvimento dos times. O processo na Espanha foi iniciado em 2000 pelo Real Madrid com os galáticos e posteriormente a partir de 2003 pelo Barcelona. Ambos se influenciaram no Manchester United, o precursor desse processo de internacionalização dos times de futebol.

Atualmente a dupla concentra as maiores receitas do esporte mundial, à frente de gigantes europeus e das maiores franquias dos EUA. Em 2016 o faturamento conjunto dos dois gigantes atingiu recorde de 1,25 bilhão de euros (R$ 4,5 bi). É muito mais do que faturam todos os clubes brasileiros somados.

O sucesso comercial de cada um pode ser verificado no crescimento de suas receitas. Na comparação o Barça apresentou crescimento ainda mais acentuado que o Real Madrid.

Como o Real já havia iniciado seu processo de internacionalização antes, ganhou força e deixou o Barça para trás. Com o sucesso esportivo e mercadológico do time catalão a diferença foi ficando menor, até o Barça ultrapassar o Real em receitas em 2016, pela primeira vez.

O que chama muito a atenção é o crescimento de 959% das receitas de marketing do Barcelona em 14 anos. Passaram de 25 milhões de euros em 2003 quando o ex-presidente Joan Laporta assumiu, para incríveis 268 milhões de euros em 2016. Em 2003, o Real já faturava 58 milhões de euros em marketing, e atualmente está em 212 milhões de euros.

Fontes de receitas (em milhões de euros):

A mescla futebol/marketing do Barcelona foi avassaladora, além do seu investimento nas categorias de base. Mesmo contratando muito o Barça é um dos clubes que mais utiliza jogadores provenientes da sua " cantera". O Real acabou alterando esse modelo galáctico no meio do processo e melhorou sensivelmente. Hoje inclusive utiliza muito mais seus jogadores da base.

Com o advento da era digital e redes sociais ambos surfaram nesse ambiente melhor que qualquer um. A presença digital da dupla é única no esporte global. O número de seguidores e o engajamento, por conta dos ídolos é incrível. O Barça X Madrid a cada ano se torna mais relevante economicamente, graças ao seu alto impacto mercadológico e audiência global na era da fragmentação da mídia.

A lógica de ambos foi criar o círculo virtuoso de geração de receitas. Isso significa fazer um bom trabalho de marketing, que possibilite o investimento constante no time com altos salários e contratações. A marca se valoriza com mais ídolos e alta performance e com isso aumenta ainda mais suas receitas, possibilitando mais investimento. O crescimento dos gastos salariais e contratações de Real Madrid e Barcelona comprovam isso.

Atualmente o Barça gasta bem mais que o Real em salários e apresentou um crescimento ainda mais acentuado desde 2003.

Em compensação o Real, de 2010 até essa temporada de 2017, gastou 847 milhões de euros em contratações. O Barcelona no mesmo período gastou 674 milhões de euros.

Ambos acumulam lucros a cada temporada, mesmo gastando muito em alto em salários, com contratações e marketing. O Real nos últimos 4 anos acumulou lucros de 147 milhões de euros e o Barcelona 117 milhões de euros.

São líderes de um mercado com praticamente somente empresas, muitas delas nas mãos de magnatas. Tanto Real Madrid como Barcelona são de propriedade de seus sócios, e isso nunca vai mudar.

São exemplos de como boa gestão pode ser decisiva na consolidação de times como marcas únicas, incomparáveis em termos globais.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos