Alberto Valentim confirma acordo para ser técnico do Red Bull

  • Cesar Greco/Ag Palmeiras

Alberto Valentim confirmou na noite deste domingo que seu pedido de demissão do Palmeiras foi motivado pelo acordo com o Red Bull-SP, clube em que iniciará sua sonhada trajetória como treinador no Paulistão de 2017.

"Falta só assinar. Na sexta eu tive uma conversa com o pessoal do Red Bull para seguir como treinador. Estou muito feliz, acho que é o momento de seguir a carreira. Foram quatro anos e meio de aprendizado, com seis técnicos no Palmeiras e outros dois no Atlético-PR, o Drubscky e o Mancini", disse Valentim, à ESPN Brasil.

Valentim trabalhou com Gilson Kleina, Ricardo Gareca, Dorival Júnior, Oswaldo de Oliveira, Marcelo Oliveira e Cuca no Palmeiras. Sempre que o clube trocava de técnico, era ele o escolhido para dirigir a equipe interinamente. No dia a dia, o auxiliar comandava diversos treinos.

A ideia do Palmeiras era manter o ex-lateral-direito em sua comissão técnica fixa. O nome dele era um dos cogitados para substituir Cuca, mas a diretoria preferia trazer alguém de fora e optou por Eduardo Baptista. É possível que Valentim nem fique no clube até o jogo contra o Vitória, dia 11.

"Me despedirei na terça-feira oficialmente, com todos, na reapresentação dos jogadores. Tenho um carinho muito grande pelo clube. Acredito que não (fica até domingo). Vamos ver com a direção. Vou ficar disponível para fechar esse campeonato se eles quiserem."

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos