Animado no Timão, Camacho projeta parceria com Bruno Paulo só em 2017

A surpreendente campanha que rendeu elogios e o vice-campeonato do Paulistão para o Osasco Audax no início da temporada despertou a cobiça do Corinthians, que foi eliminado nas semifinais e logo depois da competição acertou as contratações de dois destaques do time de Fernando Diniz: Camacho e Bruno Paulo. Anunciados pelo Timão na última semana de maio, a dupla trilhou caminhos bem opostos em 2016, mas a esperança é que tudo seja diferente a partir do próximo ano.

- O Bruno Paulo deu um pouco de azar, porque teve duas lesões que precisaram de cirurgia. Agora ele perdeu ritmo e é difícil voltar. Para ele esse ano foi bom no primeiro semestre, mas no segundo não. Mas ano que vem ele tem tudo para mostrar o que sabe e já mostrou em outros lugares - disse Camacho, que é titular do Corinthians nestas partidas decisivas da temporada.

Camacho já é relacionado para partidas desde maio, estreou em 16 de junho, em partida contra o Fluminense pelo Brasileirão, e hoje já soma 20 jogos pelo Corinthians, sendo 16 como titular. Ele até marcou um gol, no empate em 1 a 1 com o Figueirense no último dia 16, em Orlando Scarpelli. Já a situação de Bruno Paulo é bem diferente...

O atacante chegou ao Corinthians com uma lesão ligamentar no pé direito, passou por cirurgia, se recuperou, foi relacionado para três partidas e não entrou em nenhuma e logo depois precisou ser afastado para mais uma operação, desta vez de uma hérnia inguinal. A previsão era de que ele ficasse até o fim do ano fora, mas ele já tem treinado sem restrições e tem chances até de ser relacionado para o jogo contra o Cruzeiro. Poderia ser sua estreia, já que ele ainda não entrou em campo com a camisa 36 do Timão.

A partida contra o Cruzeiro, aliás, define o ano do Corinthians. Em caso de vitória e combinação de resultados nos jogos de Atlético-PR e Botafogo, a equipe tem chances de terminar o Brasileirão no G6 e alcançar uma vaga na Libertadores. Camacho, que será titular neste compromisso, confia no time.

- É um jogo que para todos no elenco é o mais importante do ano, muda muito se ganhar ou perder, porque Libertadores é muito importante. É uma final para a gente e estamos concentrados em conseguir nosso objetivo. Esses dez dias que tivemos de treinamento são para acertar as coisas e o único resultado que interessa é a vitória - disse o volante.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos