Caminham juntos! Mesma trajetória marca o 2016 de Airton e Botafogo

  • Vitor Silva / SS Press / Botafogo

De desacreditados para protagonistas. Um, visto antes como violento e que se reinventou tecnicamente. Outro, apontado por muitos como sério candidato ao rebaixamento, que reagiu e busca a América. Trajetórias parecidas marcam a temporada de Airton e Botafogo. E esse vínculo criado entre clube/jogador pode ter a recompensa no domingo, com a classificação para a Libertadores.

Após amargar a reserva no ano passado, o volante foi uma aposta como titular no começo de 2016. E demonstrou ter sido um chute certeiro. Evoluiu seu jogo, virou responsável pela saída de bola e logo caiu nas graças da torcida alvinegra. O Botafogo não foi diferente. Vindo de um vice no estadual, com gastos reduzidos pela nova política de contratações e com um início negativo de Brasileiro, o time mudou completamente com Jair, tornando-se candidato a G6.

Ambos buscam, agora, o que poderia ser o complemento perfeito para um ano de superação e afirmação: vencer o Grêmio, no domingo, em Porto Alegre.

"Vai decidir o nosso ano, o jogo da nossa vida, por isso, precisamos trabalhar ainda mais forte e chegar voando para sair com a vitória. Todo mundo pensava que seríamos rebaixados e agora estamos brigando por uma vaga na Libertadores. Demos uma arrancada e esperamos comemorar essa vaga", disse o volante, em entrevista coletiva na última terça-feira.

Não à toa, Airton era botafoguense na infância. A temporada pode terminar de forma marcante para jogador e instituição, que traçam, juntos, caminhos parecidos. A grande decisão fica para este final de semana.

AS TRAJETÓRIAS

Em meio a dúvidas
Enquanto o Botafogo iniciou o ano sem grandes contratações e apontado como candidato ao descenso no Brasileirão, Airton lidava com a fama de violento e a perseguição de parte da torcida alvinegra.

A ascensão
Airton logo respondeu as críticas e se provou peça-chave no esquema com três volantes, sendo o responsável pela proteção aos zagueiros e pela saída de jogo. De forma mais tardia - em meio ao Brasileiro - o Botafogo também se superou, com Jair no comando, logo se afastando de perto da zona de rebaixamento.

Colher os frutos
Com um excelente aproveitamento quando esteve de campo, Airton foi um dos nomes da arrancada alvinegra. E o clube, antes próximo ao Z4, chegou dentro da zona de classificação para a Libertadores do ano que vem. Para se garantir nela, ambos tem a batalha final neste fim de semana: o Glorioso visita o Tricolor gaúcho no domingo, às 17h, na Arena do rival, em Porto Alegre.

'VOLTA POR CIMA" - Airton faz balanço positivo deste ano

Se para muitos torcedores Airton foi um dos destaques da temporada alvinegra, o volante também reconhece o ano acima das expectativas do começo de 2016. Com vínculo até o final do próximo ano, o jogador colocou na balança os pontos positivos e deu uma nota geral:

"Estou feliz demais. Renovei com o Botafogo até o fim de 2017, é um momento bom na minha carreira, consegui dar a volta por cima no Botafogo e na minha carreira. É um ano muito feliz, as coisas estão dando certo. Tem que ser uma nota positiva, né? (risos). Pode ser 7, acho que está bom", completa Airton.

A boa temporada chegou a colocar Airton no radar de outros clubes brasileiros, como o São Paulo. Mas a identificação com o clube - somada ao contrato renovado nesta temporada - devem garantir o camisa 11 por mais tempo.

Quer receber notícias do Botafogo de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos