Felipe Amaral totalmente focado em Tóquio-2020

A paixão pelo hipismo está presente na família Amaral a quatro gerações, sendo o jovem de 26 anos, Felipe o último dessa linhagem. Bisneto do Marechal do Exército e membro do Comitê Olímpico, Edgar do Amaral, o carioca morou, desde o nascimento, em um centro de treinamento de cavalos de salto. Convivendo diariamente com os animais, não demorou muito para que o sangue de cavaleiro começasse a aparecer. Antes mesmo de completar um ano de vida, Felipe Amaral já cavalgava com o auxílio de seu pai, José Paulo.

- Minha relação com o esporte sempre foi muito forte, venho de uma família muito ligada aos cavalos - conta Felipe.

Com o passar dos anos, o pai de Felipe viu talento no menino, fazendo com que, aos seis anos, o jovem cavaleiro já participasse de competições. Vinte anos depois, o carioca que vive no interior de São Paulo há uma década, não se vê em outra profissão e destaca o apoio da família.

- Nunca tive dúvidas de que era isso que eu faria da minha vida. Sem dúvida, tive muito incentivo de toda família - declarou.

Por pertencer a uma família com histórico no hipismo, Felipe admite que existe uma pressão sobre seus resultados, porém a vê como mais um motivo para se superar.

- A expectativa é sempre maior e, por esse motivo, acho que o empenho e a dedicação também acabam sendo maiores. Acredito que é um ponto positivo.

A paixão pela modalidade levou o atleta e seu parceiro há cinco anos, o cavalo Carthoes, à Bélgica. Felipe Amaral estava focado em se aprimorar nas provas de salto e conquistar uma vaga no time olímpico que iria à Rio-2016.

- Acredito que tive uma evolução muito grande como cavaleiro. Passei dois anos competindo entre os melhores e nos melhores concursos do mundo. E, além disso, tive uma grande oportunidade que foi passar esse tempo treinando com o Rodrigo Pessoa, que me ajudou muito em todos os momentos - comentou.

Os bons resultados de Felipe, como o quarto lugar (equipes) no Pan de Toronto-2015 e a medalha de ouro da Copa das Nações CSIO5* Spruce Meadowns 2015 garantiram a ele uma vaga na equipe olímpica da Rio-2016 como reserva assim como Rodrigo Pessoa, campeão em Atenas-2004 e porta-bandeira em Londres-2012.?

Após dois anos longe de casa, o carioca voltou à Cidade Maravilhosa como membro da equipe de salto comandada pelo técnico americano George Morris.

- A sensação de voltar para a minha casa dessa maneira foi indescritível. Porque, além ter sido no meu país, foi também na minha cidade. Foi tudo muito especial, realmente a realização de um sonho. Estar ao lado daqueles que um dia foram e continuam sendo meus ídolos, formando uma equipe foi mais do que especial - disse Felipe.

O time olímpico de salto para a Rio-2016 foi composto por Doda Miranda, Eduardo Menezes, Pedro Vennis e Stephan Barcha, entre os titulares. Foi escolha do técnico levar dois reservistas, dando à Felipe a chance de conviver com grandes atletas e experimentar a atmosférica olímpica. Hoje Amaral está focado em se preparar para Tóquio-2020 e cogita retornar à Bélgica.

- As expectativas são sempre as melhores possíveis. No momento estou com alguns cavalos mais novos que prometem ser bem bacanas. A primeira parte da preparação vai ser aqui no Brasil e quando tiver mais próximo dos jogos pretendo ir pra Europa mais uma vez como fiz para o Rio - explica.

O cavaleiro também auxilia na preparação de novos cavalos para competições de salto e explica que isso não interfere em seu calendário de competições.

- Faz parte da preparação de novos cavalos ir para competições para que, quando chegarem aos 8, 9 anos, estejam prontos pra competir em alto nível. Então, em todos os concursos existem provas secundárias aos Grandes Prêmios justamente para que você participe com os cavalos mais novos pra já ir formando eles.

Após a participação na Rio-2016, Felipe Amaral conquistou a medalha de prata na Copa das Nações CSIO5* Spruce Meadows 2016 e o primeiro lugar por equipe na Challenge Cup CSO5* Barcelona 2016.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos