Yelena Isinbayeva é a chefe da nova agência de controle antidong russa

Duas vezes compeã olímpica no salto com vara, a russa Yelena Isinbayeva foi eleita, nesta quarta-feira, como chefe do novo Conselho Supevisório da Agência Anti-Doping da Rússia (RUSADA), que controlará as ações empreendidas pela organização.

Aos 34 anos, Isinbayeva já é aposentada. A decisão de encerrar a carreira veio com a proibição da equipe de atletismo russa de participar da Rio-2016 devido ao escândalo de doping que envolveu o país no final de 2015. Ao todo, 67 atletas, do atletismo e levantamento de peso, não puderam participar.

A ex-atleta foi selecionada após a primeira sessão do Conselho da RUSADA, realizada em Moscou.

- Estou grata pela fé que meus colegas demonstraram. Todos nós entendemos que a luta contra o doping é uma das questões mais importantes no esporte mundial. A eficácia desta luta dependerá da recuperação do status da RUSADA.

Em novembro de 2015, uma comissão independente da Agência Mundial Antidoping (WADA) alegou que a Rússia havia quebrado as regras antidoping. Posteriormente, a WADA revogou o estatuto do Laboratório Anti-Doping de Moscovo e declarou que a RUSADA não cumpria os padrões da entidade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos