Mano cobra nova postura do Cruzeiro no mercado e rechaça lista de reforço

O Cruzeiro ainda tem um compromisso nesta temporada. O pensamento de clube e comissão técnica, porém, já está em 2017.

Mano Menezes tem conversado constantemente com a diretoria para acetar detalhes referentes à chegada de atletas. Ao contrário do que fizeram neste ano, quando contrataram 17 jogadores, os mineiros terão uma política distinta na temporada que se aproxima.

- O Cruzeiro precisa contratar pontualmente, e é o que vai fazer. Esse é o caminho da montagem de uma equipe campeã. O Cruzeiro precisa pensar nisso. Você analisa pontualmente e analisa essa melhor pra construir uma equipe capaz de conquistar o Brasileiro. As equipes não têm tanto investimento e precisam honrar seus compromissos - afirmou.

- O torcedor não se preocupa com isso, num primeiro momento, mas temos que trabalhar com responsabilidade. A partir de semana que vem, vocês terão uma posição da diretoria em relação a isso - acrescentou.

O Cruzeiro já acertou duas contratações para o próximo ano. O lateral esquerdo Diogo Barbosa, que defende o Botafogo, e o zagueiro Luis Caicedo, do Independiente Del Valle-EQU, chegarão a Belo Horizonte nos próximos dias para assinar contrato.

Questionado sobre a lista de reforços entregue à diretoria, Mano Menezes explicou:

- Não trabalho com lista. Acho isso surreal. Elas nunca se confirmam. Já desisti. São vários fatores que influem nisso. Só peço para segurar a ansiedade. São muitos nomes que aparecem. De vez em quando, a gente contrata muito. E não temos dinheiro pra contratar muito. Precisamos de jogadores que qualifiquem esse plantel - disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos