Em casa, Flamengo vence Macaé e mantém liderança invicta

O Flamengo segue vivendo um início espetacular no NBB . No último sábado, os rubro-negros receberam o Macaé Basquete, no Tijuca Tênis Clube, e, em jogo equilibrado, alcançaram sua sétima vitória na temporada, por 85 a 66, mantendo a liderança invicta e isolada da competição.

Com a vitória, o Flamengo emplacou o sétimo triunfo consecutivo e segue liderando de forma invicta a competição. O Macaé, por sua vez, voltou a perder e agora tem seis resultados negativos e apenas um positivo na temporada.

Para a partida, os dois times contaram com desfalques significativos. Além de Humberto, que vem lesionado desde o início da temporada, o Flamengo não pôde contar com Marcelinho, um dos destaques do rubro-negro neste começo de competição. Pelo lado do Macaé, o armador Kendall Anthony, cestinha do time, foi desfalque.

Dono de um grande início de NBB, assim como seu time, Marquinhos mais uma vez esteve acima da média. Sendo produtivo em todos quartos para o rubro-negro (em especial no último, em que anotou nove pontos), o ala do Flamengo terminou como cestinha da partida, com 23 pontos, além de somar cinco rebotes, distribuir duas assistências e recuperar três bolas.

Já o Macaé precisou contar com sua mais recente contratação para se manter vivo no jogo até os segundos finais. Em seu segundo jogo na temporada, Benzor Simmons mais uma vez foi muito bem. O norte-americano foi o cestinha macaense na partida, com 17 pontos, e ainda terminou o jogo com oito rebotes.

O Flamengo volta a colocar sua invencibilidade à prova na próxima quarta-feira, quando enfrenta o Banrisul/Caxias do Sul, às 20h05, fora de casa. No mesmo dia, o Macaé recebe o Vasco da Gama, às 19h30.

Com grande segundo quarto, Mogi bate Basquete Cearense

A temporada 2016/2017 do Mogi das Cruzes/Helbor segue em excelente rumo. No último sábado, no Ginásio Professor Hugo Ramos, o campeão paulista e sul-americano fez mais uma vítima, o Solar Cearense. Com uma atuação avassaladora no segundo quarto, o time comandado por Guerrinha abriu vantagem no marcador e nos dois períodos finais segurou a reação nordestina, para vencer por 92 a 75.

Com o placar empatado ao fim do primeiro quarto (16 a 16), o Mogi começou a decidir a partida a partir do segundo período. Em uma atuação avassaladora no período, com direito a 12 pontos do ala Shamell, os comandados de Guerrinha venceram a segunda parcial, por 33 a 8, e foram ao intervalo com 25 pontos de vantagem.

Se o garrafão tem um dono esse cara é Caio Torres. Depois de só atuar 12 minutos na última partida, o pivô mogiano voltou a ser protagonista com uma atuação dominante. O camisa 13 do Mogi terminou como cestinha, com 21 pontos anotados em 24 tentados (87,5% de aproveitamento), e reboteiro do jogo, com sete sobras alcançadas.

Em um dia inspirado, o Mogi contou muito com o belo aproveitamento de seu time nos arremessos de fora do perímetro para vencer. Ao todo foram 18 bolas de 3 pontos convertidas em 36 tentativas (50,0% de aproveitamento) para o time paulista, com destaque para Shamell e Filipin que converteram cinco tiros cada um e somaram 18 e 15 pontos no jogo, respectivamente.

A dupla Davi Rossetto e Rashaun foi o principal destaque do quinteto titular do Basquete Cearense. O norte-americano terminou como cestinha do time na partida, com 18 pontos, além de pegar cinco rebotes, enquanto o brasileiro foi responsável por 14 pontos, seis rebotes e seis assistências no duelo.

O Mogi agora abandona sua casa e viaja para capital federal, onde enfrenta o UniCEUB/BRBCARD/Brasília, na próxima terça-feira, às 19h30, com transmissão do SporTV. Já o Basquete Cearense volta à Fortaleza, onde faz confronto direto com o Franca, na próxima quinta-feira, às 20h30.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos