Fora de casa, Timão tem ano igual ao da queda. Falta dar a última cartada

O Corinthians dará sua cartada final na temporada neste domingo, a partir das 17h, no Mineirão. Para ir à Libertadores em 2017, contudo, não bastará vencer o Cruzeiro. O Timão precisa também torcer para que o Atlético-PR não ganhe do Flamengo ou que o Botafogo tropece para os reservas do Grêmio.

Independentemente da combinação de resultados, a missão alvinegra é complicada. O desempenho da equipe fora de casa não é dos melhores. Até agora foram 10 derrotas, três empates e apenas cinco vitórias como visitante, aproveitamento de 33%, o mesmo que teve em 2007, ano em que foi rebaixada.

Para se ter ideia de como o Corinthians vai mal quando sai de Itaquera, o técnico Oswaldo de Oliveira está há quase dois meses no clube e ainda não venceu fora da Arena.

Como consolo, entretanto, está o fato de Cruzeiro também não ter pontuação tão boa como mandante. A Raposa perdeu cinco e empatou sete confrontos em seus domínios.

- Eu só posso te falar do Corinthians. E parcialmente também, porque não acompanhei todo o campeonato. Temos que em algum momento mudar isso (de ir mal como visitante). E que seja agora, no próximo jogo - declarou Oswaldo, minimizando a média celeste ruim.

Outro fato que deixa a Fiel torcida esperançosa é o retorno do meia-atacante Guilherme, que jogará de novo como referência do ataque. Na última vez que o Timão venceu como visitante ele foi o destaque, com dois gols no triunfo por 4 a 2 sobre o Santa Cruz, na Arena Pantanal.

- Talvez tenha faltado uma linha, manutenção de um esquema, às vezes até de titulares, tivemos muitas trocas na equipe. Essas coisas dificultam, não tem um ponto só causador. Mas nós somos responsáveis, nós entramos em campo. Não é momento de citar motivos ou situações. Vamos tentar terminar fazendo um jogo talvez como o que não tenhamos feito até aqui, com a cara do Corinthians, e esperar os resultados - disse o camisa 10, recuperados de dores na coxa direita.

Guilherme e todo o elenco corintiano sabem que a partida contra o Cruzeiro vale muito - não só para esta temporada, como também para a próxima. Nos anos 2000, o Corinthians disputou a Libertadores nove vezes. A décima participação depende do que acontecer nesta tarde.

- CORINTHIANS COMO VISITANTE NO ANO

Média ruim

Desempenho da equipe como visitante na temporada foi ruim: foram 15 derrotas, nove empates e nove vitórias. Dos triunfos, apenas um foi na Libertadores, três no Paulistão e quatro no Brasileirão.

......................

Decisões

Corinthians não ganhou nenhuma partida decisiva fora de casa nesta temporada. Contra o Nacional (URU), nas oitavas de final da Libertadores, empate sem gols. Depois, na Copa do Brasil, empatou com Fluminense e perdeu para o Cruzeiro.

......................

Vexame

No Morumbi, time sofreu sua maior goleada no ano: 4 a 0 para o rival São Paulo. Corinthians também perdeu de 3 a 0 na Arena Grêmio.

- TIMÃO NAS ÚLTIMAS TEMPORADAS NO BRASILEIRO

?

2007 - 9º colocado (19 pontos - quatro vitórias, sete empates e oito derrotas)

2008 - Não disputou

2009 - 9º colocado (20 pontos - quatro vitórias, oito empates e sete derrotas)

2010 - 8º colocado (21 pontos - quatro vitórias, nove empates e seis derrotas)

2011 - 1º colocado (30 pontos - oito vitórias, seis empates e cinco derrotas)

2012 - 7º colocado (21 pontos - cinco vitórias, seis empates e oito derrotas)

2013 - 12º colocado (17 pontos - três vitórias, oito empates e oito derrotas)

2014 - 3º colocado (27 pontos - sete vitórias, seis empates e seis derrotas)

2015 - 1º colocado (31 pontos - oito vitórias, sete empates e quatro derrotas)

2016* - 10º colocado (18 pontos - cinco vitórias, três empates e dez derrotas)

* resta uma partida

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos